Guto Ferreira avalia empate no Ba-Vi e explica mudanças no Bahia

“O primeiro tempo, no qual criamos pelo menos três boas chances, não foi de todo ruim"

Foto: Divulgação/EC Bahia

Na noite desta quarta-feira (02), Vitória e Bahia se enfrentaram no Estádio Manoel Barradas e em clássico movimentado, ficaram no empate em 1 a 1, pela 4ª rodada do Campeonato Baiano. Luidy com um golaço abriu o placar para o Leão aos 13 minutos do segundo tempo, mas Rodallega empatou para o Esquadrão, aos 24 minutos. O Rubro-Negro ainda perdeu um pênalti com Guilherme Queiroz. Em entrevista após a partida, o técnico Guto Ferreira analisou a atuação do Tricolor e explicou as mudanças feitas na equipe, com as entradas de Ronaldo, Willian Maranhão e Ignácio nas vagas de Daniel, Rezende e Gustavo Henrique no segundo tempo.

 

“O primeiro tempo, no qual criamos pelo menos três boas chances, não foi de todo ruim. Só que eu entendia outra coisa para aquele momento. Eu enxerguei que era preciso ser mais ousado. Optei por fazer essas mudanças, o que também causou um novo desenho da equipe. Achava necessário chegar mais na frente, mais do que no primeiro tempo. E também estava sentindo meu sistema defensivo se impor como eu queria”.

“Sobre a busca por um meia de criação, alguém que atue mais ali, nós buscamos. Raí, em outros momentos, já fez aquele papel. O desenho do time mudou para um 4-4-2, e o deixei mais como um segundo atacante. Ficou mais próximo de Rodallega”.

Guto, que reafirmou a necessidade de diversas melhorias da equipe, acredita que o lado físico do início da temporada pesou no aspecto técnico e tático do time.

“Nós começamos um pré-temporada mais curta, enfrentamos problemas de Covid, e isso faz com que ainda estejamos abaixo do nosso nível físico ideal. Nós temos alguns atletas valentes, que conseguem suportar jogos como Luiz Otávio e Patrick, mas hoje foi um jogo mais puxado. O Djalma, que esteve bem, já acusou (lado físico). Nós queremos sempre mais. Porém, dentro da situação de início de temporada, com algumas questões físicas a evoluir, prefiro ressaltar os pontos positivos”.

O Esporte Clube Vitória volta a campo no próximo domingo (13/02), às 16h, para enfrentar o Vitória da Conquista, no Estádio Lomanto Júnior, na cidade de Vitória da Conquista. O jogo é válido pela 5ª rodada do Campeonato Baiano. Já o Esporte Clube Bahia tem compromisso no próximo sábado (05/02), às 17h45, diante do Atlético de Alagoinhas, no Estádio Antônio Carneiro, em jogo válido pela 3ª rodada da Copa do Nordeste.

Deixe seu comentário!

3 Comentário

  1. Treinador medroso, sem recurso.
    Ter medo de um time de série C é o cúmulo.
    O Torcedor do Bahia tem que se preparar para penar na série B, se não for rebaixado.

  2. BA-VI com a cara de Guto Ferreira.
    Jogo xuxu, sem técnica, sem graça, sem emoção, sem espírito de rivalidade
    Quem não prestasse a atenção, não saberia que estava assistindo um BAVI.
    Maioria dos jogadores sem identificação com BAVI, pois eram estreantes em Bavi, não tem identificação com o clube.
    Marco Antônio, perdeu um gol para fazer parte do Inacreditável Futebol Clube. Coisa de jogador pé duro.

6 Trackbacks / Pingbacks

  1. Volante parabeniza o Vitória pela atuação no Ba-Vi: "Tivemos chance de vencer"
  2. Neymar ganha prêmio de melhor jogador brasileiro que atua fora do país em 2021
  3. Ainda sem clube após deixar a China, Elkeson é oferecido a clube da Série B
  4. Confira análise da FB TV do zagueiro contratado pelo Bahia
  5. Com passagem pelo Vitória em 2012, Tartá reforça o União Cacoalense
  6. Ex-Bahia, meio-campista vai para 3ª passagem em clube rondoniense

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*