Guto avalia elenco do Bahia e destaca necessidade de reforços

"Precisamos de várias peças. Não podemos só bater nessa tecla", disse.

Foto: Felipe Oliveira/Divulgação/E.C. Bahia

Após a derrota para o Fortaleza, por 3 a 1, na Arena Castelão, o técnico Guto Ferreira voltou destacar a necessidade de reforçar o elenco para disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. Dos 10 jogos disputados pelo Esquadrão esse ano, oito foram com o time principal, que soma três triunfos, dois empates e três derrotas. Nos últimos seis jogos, venceu apenas um (Globo), empatou duas (Vitória e CSA) e foi derrotado por Atlético-BA, Barcelona e Fortaleza. Diante da inconstância da equipe, o treinador frisou que ainda precisa de várias peças, entre elas um meia armador, função que vem sendo desenvolvida por Daniel.

 

“Precisamos de várias peças. Não podemos só bater nessa tecla. Dentro do que a gente vem trabalhando, a gente consegue construir muita coisa. Daniel tem tirado passes importantes. Mas precisamos ter jogadores que consigam o passe mais cerebral para agregar valores ao grupo. Mas temos jogadores que vão ser de suma importância para a nossa campanha.”

Guto afirmou que com reforços pontuais, acredita que o time do Bahia consiga fazer uma boa Série B e retornar à Série A. “Com esse elenco a gente trabalha para conseguir o melhor possível e armar a base para às peças que vão chegar. E aí fazer uma boa Série B e voltar para a Série A. Não acho que [precisa] uma nova montagem de elenco. Mas acho que precisamos de peças que vão chegar para fortalecer.”

O Esporte Clube Bahia volta a campo na próxima quinta-feira (24) para enfrentar o Sampaio Corrêa, às 21h30, na Arena Fonte Nova. A partida é válida pela atrasada 1ª rodada da Copa do Nordeste.

Deixe seu comentário

Autor(a)

21/02/2022 às 10h40

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

2 Comentário

  1. Discordo com esse discurso meteórico de raça.
    O que falta mesmo é qualidade. A defesa já está no 3º ano consecutivo, sendo uma das defesas mais vazadas e com a saída de Conti não trouxe m um zagueiro á altura para fazer dupla com Luiz Otávio. Até quando a defesa esta peneira vai continuar dando vexame? Que vergonha! Até quqndo?
    A diretoria tricolor não consegue resolver os problemas cruciais do time.
    Temos que pensar que só resta uma vaga em disputa para o Bahia na série B, pois 3 vagas já são de GREMIO, CRUZEIRO E VASCO, times que terão elencos muito fortes.

  2. Percebe-se claramente um time sem raça, sem vontade, sem vibração, inseguro e frouxo, acovardado. Com esse futebol apresentado até agora não vai classificar para as Semifinais do Campeonato Baiano e da Copa do Nordeste. Na Série B será uns dos primeiros a ser rebaixado para a Serie C. Se não reforçar, será um vexame atrás do outro, envergonhando o já combalido futebol baiano. A Diretoria mostra total incapacidade para tirar o clube dessa situação que ela mesma colocou.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*