Ex-Bahia garante empate para o Athletico no fim, mas acaba expulso após apito final

o técnico Jaime Freitas apontou que a torcida do Tubarão insultou o atacante

Distante da liderança por quatro pontos, o Athletico Paranaense empatou com o líder Londrina, por 1 a 1, na última quinta-feira (03). O gol do Furacão saiu dos pés do atacante Daniel Cruz, ex-Bahia. Apesar do golaço de falta no apagar das luzes, aos 49 minutos, o jogador acabou expulso após o apito final, quando atletas das duas equipes trocaram empurrões. Daniel rebateu insultos da torcida do Londrina e recebe o cartão vermelho

 

Em entrevista coletiva cedida após a partida, o técnico Jaime Freitas apontou que a torcida do Tubarão insultou o atacante, que revidou após comemorar. Por outro lado, Daniel alega “que comemorou firme, não fez nada e não entendeu”.

“É um jogador jovem, vai aprender com isso. Faz parte do processo. Está dentro do contexto e tirar lições do ocorrido. É uma perda importante para a equipe”, explicou o comandante do Athletico.

Acionado somente aos 18 minutos da etapa complementar, o jovem atacante iniciou a partida no banco de reservas. Dentro de campo, portanto, viu o Londrina abrir o marcador aos 42′. O primeiro tento com a camisa do Furacão saiu de uma cobrança no ângulo de forma surpreendente.

“Meu forte é o chute, venho treinando. Fico feliz em poder agregar. O importante que não perdemos, nosso elenco é forte”, destacou.

Daniel Cruz foi contratado em setembro do ano passado pelo Athletico-PR. Em 2021 ainda, ele atuou pelo time sub-20 do Esquadrão de Aço e fez uma partida pelo time principal. Contudo, apesar de se destacar, não conseguiu efetivar uma renovação satisfatória no Tricolor.

Autor(a)

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: pedrohmoraessjorn@gmail.com

Deixe seu comentário