Escritor fora de campo, volante do Vitória revela ‘pedido de ajuda’ de jogadores por conselhos

Volante publicou o livro "O Grande Jogo" em outubro do ano passado

Foto: Renan Ribeiro / TV Bahia

Anunciado pelo Vitória como uma das principais peças para o elenco da atual temporada, o volante Alan Santos acumula passagem em 9 clubes ao longo da carreira. Por outro lado, fora das quatro linhas, o meia vive em constante evolução na escrita. A mais recente obra do jogador, de 30 anos, chama-se “O Grande Jogo”.

 

Em síntese, a obra criada por Alan Santos aborda temas como reflexões sobre o esporte e a manutenção da fé. A estadia na literatura começou há três anos, quando defendeu as cores do Botafogo, onde disputou 11 jogos. A obra, no entanto, foi publicada em outubro do ano passado, quando já estava na Chapecoense.

“Foi como se fosse uma voz muito forte na minha mente pedindo para eu escrever tudo aquilo que eu tive de experiência, com intuito de poder ajudar. Não somente atletas, mas tem vários temas sobre o cotidiano de qualquer pessoa”, revelou o jogador, em entrevista ao programa Globo Esporte Bahia.

Além da habilidade com os pés, o volante aguça também o hobby de ler, sobretudo obras de temas como religião e inteligência emocional. Com a projeção de se tornar coach esportivo após a aposentadoria no futebol, Alan apontou que já até recebeu ligação de jogadores pedindo ajuda.

“Já teve atleta que até zombou de mim pela forma como eu sou”, afirmou. “Por viver diferente do que muitos atletas vivem. E depois de dois ou três meses, o próprio atleta me ligar pedindo ajuda, conselhos”, acrescentou.

Agora, dentro de campo, Alan Santos tem um novo desafio no próximo domingo (13). Na ocasião, visita o Vitória da Conquista, às 16h, no estádio Lomanto Júnior, pela 5ª rodada do Campeonato Baiano 2022.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*