Ainda sem clube, Elkeson recebe proposta para voltar ao futebol chinês

Elkeson já atuou no Shanghai SIPG entre 2016 e 2019.

imago images

Ainda sem clube após deixar o futebol chinês, o atacante Elkeson recebeu sondagens de clubes brasileiros, entre eles de Botafogo, Santos e Ceará, porém, até agora não chegou a um acordo. Diante disso, o jogador revelado na base do Esporte Clube Vitória pode retornar para a China. Segundo informação do portal Bahia Notícias, o Shanghai SIPG fez uma proposta oficial pelo jogador por meio da Antoniu’s Assessoria Esportiva, empresa responsável por agenciar a carreira do atleta. O atacante já atuou no Shanghai SIPG entre 2016 e 2019. Ele entrou em campo 115 vezes pelo clube e marcou 51 gols.

 

Natural de Coelho Neto, no Maranhão, Elkeson de Oliveira Cardozo foi revelado pelo Esporte Clube Vitória, onde jogou de 2009 até 2011 e marcou 18 gols em 99 jogos, sendo bicampeão baiano (2009 e 2010) e campeão do Nordestão (2010). Em 2011, foi negociado com o Botafogo, onde também se destacou em duas temporadas, com 92 jogos e 26 gols marcados.

Em 2013, foi negociado pelo Botafogo ao Guangzhou Evergrande, da China, e teve sua carreira consolidade no futebol chinês, passando também pelo Shanghai SIPG. Elkeson conquistou marcas importantes no país, se tornando o maior artilheiro da história do Campeonato Chinês e se naturalizando chinês, sendo convocado para Seleção da China, e ganhando um novo nome, de origem chinesa (Ai Kesen).

Em 2012, o atacante foi campeão e artilheiro da Superliga Chinesa, com 24 gols. Em 2013, foi o principal jogador do time na conquista da Champions League Asiática, marcando nos dois jogos finais. No ano seguinte, a dobradinha título e artilharia da Superliga Chinesa se repetiu. Dessa vez, com 28 gols, recorde na história do campeonato. Em 2014, foi escolhido como jogador mais valioso (MVP) da temporada.

Em 2015, Elkeson ajudou o Guangzhou a conquistar o tricampeonato da Superliga e o bicampeonato da Champions League Asiática. Ao final da temporada, o atacante se transferiu para o Shanghai SIPG, recém promovido para a primeira divisão. No novo time, em 2018 conquistou o primeiro título da história do Shanghai: a Superliga Chinesa. Na temporada seguinte, foi a vez de levantar pela primeira vez o troféu da Supercopa da China. Ainda em 2019, Elkeson voltou ao Guangzhou e conquistou mais uma Superliga Chinesa, a sua quinta na carreira.

Autor(a)

15/02/2022 às 13h45

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]