Titular em boa parte da Série A, Wanderson renova com o Atlético-GO

Com isso, o clube goiano acertou a renovação de contrato do defensor até o fim de 2022. 

Foto: Divulgação/Atlético-GO

Contratado por R$ 1,7 milhão, o zagueiro Wanderson não conseguiu se firmar no Esporte Clube Bahia e foi emprestado ao Fortaleza em 2020, mas em julho do ano passado, foi repassado pelo Esquadrão ao Atlético-GO, onde teve boas atuações, sendo titular em boa parte do Brasileirão, ajudando o Dragão a fazer sua melhor campanha na história da Série A – nono lugar com 53 pontos, garantindo vaga para Sul-Americana. Com isso, o clube goiano acertou a renovação de contrato do defensor até o fim de 2022.

 

Em entrevista, ele falou sobre as saídas de Fernando Miguel, Éder e Pedro Henrique, peças importantes da equipe em 2021.

“A mudança de atletas, com a saída de alguns, é uma valorização. Éder e Pedro Henrique fizeram grandes jogos, se valorizaram. O futebol é muito dinâmico. Peças vão, peças vêm. Para mim, acho que vai ser um ano melhor, pois cheguei no decorrer da temporada. Agora já começo desde o início, mais adaptado e acredito que vou fazer um grande 2022.”

Wanderson confia na espinha dorsal mantida pelo Dragão para manter os bons números da defesa. “O desempenho do sistema defensivo passa pelo time inteiro. O Atlético-GO já tem um estilo, alguns jogadores jogam juntos há um bom tempo, então acho que isso não vai mudar muito. Podemos passar por algumas dificuldades no início, mas acredito que será um ano de grandes colheitas.”

Baiano de Vitória da Conquista, Wanderson Santos Pereira tem 30 anos e começou na base do Internacional. Acumula passagens ainda por Francana, Montes Claros, Sertãozinho, Corinthians, Treze, São Bento, Criciúma, Ferroviária. Jogou no Athletico-PR de 2016 até 2018, somando 78 partidas e dois gols marcados (ambos em 2017). No início de 2019, foi emprestado ao Shimizu S-Pulse, do Japão, onde disputou 6 jogos. No seu retorno ao futebol brasileiro, foi contratado pelo Esporte Clube Bahia, que desembolsou R$ 1,7 milhão junto ao Athletico-PR para ficar com o jogador em definitivo. Pelo Esquadrão, fez apenas 15 jogos (7 em 2019 e 8 em 2020), sendo emprestado ao Fortaleza, onde disputou 24 partidas e marcou um gol.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário