Capixaba diz que se “sentiu bem” no jogo da queda do Bahia e com vontade de jogar no Fortaleza

"O que me cativou foi a última partida, contra o Bahia, aquele estádio lotado"

Foto: Leonardo Moreira / Fortaleza EC

Na última sexta-feira (14), o Fortaleza apresentou oficialmente o lateral-esquerdo Juninho Capixaba, que estava no Esporte Clube Bahia emprestado pelo Grêmio, mas após o rebaixamento, entrou na barca de jogadores que deixaram a Cidade Tricolor. Na entrevista, o lateral disse que ficou cativado no jogo em que o Esquadrão foi rebaixado diante do Tricolor do Pici em 2022, ao ver o estádio lotado, no dia 9 de dezembro de 2021. O jogador disse que se sentiu muito bem e deu vontade de jogar no clube cearense.

 

“Passei por grandes clubes, grandes torcidas. O que me cativou foi a última partida, contra o Bahia, aquele estádio lotado. Me fez sentir muito bem, me deu vontade de fazer parte dessa história também”, afirmou, em entrevista coletiva.

Com a campanha histórica no Campeonato Brasileiro, terminando na 4ª colocação, o Fortaleza garantiu vaga na fase de grupos da Copa Libertadores da América em 2022. Será a primeira vez que o clube participará da competição na história.

“Não é fácil para um clube nordestino chegar à Libertadores direto para a fase de grupos. Venho muito confiante”, completou Capixaba.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. Esse bosta foi responsabilidade e obra do merda do Bananatani. Nunca jogou nada no Baea nem de lateral ou atacante. Espero que a torcida do Fortaleza descubra logo que é esse merda.

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Dado analisa empate do Vitória com a Juazeirense e lamenta surto de Covid
  2. Após se destacar pelo Bahia, Conti projeta ano histórico no América-MG
  3. Ex-Bahia, Índio Ramírez inicia pré-temporada no América-MG

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*