Negociação entre Al-Nasr e Gilberto evolui; Salário seria de R$ 800 mil

O time dos Emirados Árabes quer fechar contrato de 30 meses e topa pagar € 1,5 milhão por ano

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Disputado pelos rivais Fortaleza e Ceará, além de sido sondado por Santos e Fluminense, o atacante Gilberto deve mesmo deixar o futebol brasileiro em 2022 para atuar no exterior, algo que sempre foi sua prioridade com o fim do contrato com o Esporte Clube Bahia, onde estava desde 2018 e marcou seu nome na história do clube, mas tem contrato até o dia 31 de dezembro, e com o rebaixamento do tricolor baiano à Série B do Brasileiro, as chances de permanecer em Salvador são praticamente nulas.

 

Na última segunda-feira, o jornalista Venê Casagrande afirmou que Gilberto recebeu uma proposta do Al-Nasr, dos Emirados Árabes Unidos, clube onde atua o meia Anderson Talisca, revelado no Bahia. Os agentes do jogador fizeram algumas exigências em relação a primeira oferta e pedem 30 meses de contrato. Nesta quarta, o jornalista atualizou as informações e afirmou que as conversas evoluíram.

Uma pessoa envolvida na negociação disse que clube e jogador começaram a falar a mesma língua. O time dos Emirados Árabes quer fechar contrato de 30 meses e topa pagar € 1,5 milhão por ano de salário ao atacante, o que daria R$ 800 mil de salários por mês.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário