Bellintani fala sobre dívida no TRT e relata “déficit histórico” do Bahia

"O Bahia registrou déficit de R$ 52 milhões em 2020, um valor histórico", disse.

Foto: Felipe Oliveira / Divulgação / EC Bahia

Em débito com o Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região, acerca de um acordo global, o Esporte Clube Bahia tem até 10 dias para quitar a pendência de mais de R$ 1.125.000,00 (referente a metade do aporte de setembro e os aportes de outubro e novembro), e, caso descumpra o protocolo, poderá ter as contas bloqueadas, constrição de renda e penhora de bens. Além disso, pelo atraso no pagamento, é devida a cláusula penal no valor de R$ 405 mil. Em entrevista ao site Globo Esporte, o presidente Guilherme Bellintani afirmou que não está sendo possível manter o pagamento no ritmo desejado por conta do déficit de R$ 52 milhões em 2020.

 

“O Bahia registrou déficit de R$ 52 milhões em 2020, um valor histórico devido à pandemia. Enquanto esse déficit não for superado, o clube administra o fluxo de caixa com muita dificuldade, inclusive em relação às dívidas contraídas em gestões passadas, como é o caso da enorme dívida trabalhista gerida sob este referido acordo. Por um período longo, infelizmente não será possível manter o pagamento no ritmo que gostaríamos até que o imenso déficit registrado em 2020 seja recuperado”, disse.

Bellintani acrescenta que tem uma reunião marcada com comissão de credores do tribunal para tratar do tema. “É importante registrar que já temos reunião marcada com a comissão de credores o tribunal, por iniciativa do próprio Bahia, para tratar do tema. A situação já esteve bem pior, mas aos poucos nossas finanças começam a se recuperar”, disse.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário