Vice o Cuiabá diz que pressão do Bahia influenciou na atuação da arbitragem

"Os árbitros estão entrando nos jogos pressionados", disse.

O jogo entre Bahia e Cuiabá, que terminou no empate sem gols, na noite do último domingo, na Arena Fonte Nova, segue rendendo assunto por conta das polêmicas de arbitragem. O time mato-grossense reclamou de dois gols anulados no 1º tempo, um por impedimento, e outro em que o árbitro viu falta de Jenison em Nino. Segundo a Central do Apito, não houve falta no lateral. O vice-presidente do clube, Cristiano Dresch, afirmou que a pressão que o Bahia fez na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) após ter sido prejudicado contra o Flamengo influenciou na atuação da arbitragem desse último confronto.

 

“Os árbitros estão entrando nos jogos pressionados. O que aconteceu no jogo entre Flamengo e Bahia foi reflexo da reclamação que o Flamengo fez do jogo contra o Chapecoense. E o Bahia fez um escarcéu enorme na mídia. O presidente do Bahia estava no direito dele, mas cria uma pressão desnecessária em cima da arbitragem”, afirmou.

“O árbitro não estava mal intencionado, mas ele entra com uma pressão tão grande nas costas que vai dar sempre à favor do mandante, que teoricamente foi prejudicado antes. O Cuiabá não quer ser ajudado, só não queremos ser prejudicados. Os clubes precisam se conscientizar que essa pressão está nos prejudicando”, pontuou.

Na sequência da competição, o Esporte Clube Bahia tem novo compromisso em casa. Na sexta-feira (26), enfrenta o Grêmio, às 19h, na Arena Fonte Nova, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Já o Cuiabá recebe o Palmeiras, no dia 30 de novembro, na Arena Pantanal, às 22h, três dias depois da final da Libertadores.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. É FATO QUE O BAAAEEEA FOI BENEFICIADO .. PORÉM DESTACO QUE SE TIVÉSSEMOS UMA GESTÃO NOSSA SITUAÇÃO ERA OUTRA … BELLLITANI TITANIC É UM PRESIDENTE FRACASSADO GASTOU DE FORMA ERRADA O MAIOR ORÇAMENTO DO NORTE E NORDESTE COM ATLETAS SUPERADOS..E AGORA TEM COMO META VENDER O FAZENDÃO .. TEM QUE EXISTIR ALGUMA PROVIDÊNCIA TIPO INTERVENÇÃO NO CLUBE …

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*