Técnico do Vitória se apega no último fio de esperança: “A gente vai acreditar até o final”

Com o revés, o Vitória permanece na 18ª colocação, com 40 pontos

O Esporte Clube Vitória até fez uma boa partida no primeiro tempo, porém, cometeu falhas defensivas e acabou derrotado pelo CRB por 3 a 1 na noite desta segunda-feira no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela penúltima rodada da Série B. Renan Bressan (2x) e Pablo Dyego marcaram os gols dos alagoanos. Fernando Neto fez para o Rubro-Negro. Em entrevista após o jogo, o técnico Wagner Lopes admitiu que a situação ficou ainda mais difícil, mas manteve a esperança em permanecer na divisão, mesmo dependendo de uma combinação improvável.

 

“Claro que a gente vai acreditar até o final. A minha obrigação é passar para o torcedor que a gente está trabalhando no limite. Estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para orientar da melhor maneira possível, assumir a responsabilidade. Eu sou o responsável. Então a gente busca orientar o atleta, dar todas as condições. A gente está numa situação em que precisa torcer contra, mas precisa fazer a nossa parte. O nosso discurso é esse. Buscar vencer num jogo em casa e esperar que os resultados aconteçam”, disse o comandante rubro-negro.

Com o revés, o Vitória permanece na 18ª colocação, com 40 pontos, e agora precisa de uma combinação de resultados na última rodada para escapar do rebaixamento. O Leão precisa vencer o Vila Nova no Barradão e torcer para o Remo perde para o Confiança no Baenão e o Londrina não vencer o Vasco no Estádio do Café.

“Mas a gente tem que levantar a cabeça, tem mais um jogo ainda. Enquanto tiver 1% de possibilidade, é acreditar. Os outros adversários podem perder. A gente vai para o jogo em casa para vencer e ainda ter esperança, levantar a cabeça e trabalhar firme para buscar os 43 pontos e a permanência na Série B”, destacou o treinador.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*