Vice do Grêmio detona arbitragem e critica equipe: “Gols idiotas”

Após o jogo, o vice de futebol do Grêmio, Dênis Abrahão, disparou contra a arbitragem.

A 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A iniciou no ótimo sábado (13), com cinco jogos, e um deles registrou o triunfo do América-MG sobre o Grêmio pelo placar de 3 a 1 no Estádio Raimundo Sampaio (Independência) em Belo Horizonte. Com a vitória, o Coelho chegou aos 44 pontos e subiu para o oitavo lugar, três pontos abaixo do G-6. Já o time gremista, comandado pelo técnico Vagner Mancini, segue com 29 pontos na vice-lanterna, sete pontos abaixo do Bahia. Após o jogo, o vice de futebol do Grêmio, Dênis Abrahão, disparou contra a arbitragem.

 

“Estava 1 a 0, foi pênalti, não sei se o goleiro não tinha que ser expulso. Aí o time já está nervoso, em situação ruim. Tem que ser olhado. Se eu empato, estava melhor no jogo. Se dá o pênalti virava no primeiro tempo. Aí começa o segundo tempo, tomamos gol de novo. Isso não pode acontecer mais no Grêmio. O Grêmio é muito grande para tomar uns gols idiotas desses. Mas a situação é essa, de novo prejudicado pela arbitragem. Isso não pode acontecer mais no Grêmio. O Grêmio é muito grande para tomar uns gols idiotas desses”, disse.

Ao lado do técnico Vagner Mancini na entrevista, o dirigente afirmou que o time foi alertado na preleção do que poderia acontecer no jogo. “O que é ruim é começar o jogo perdendo de 1 a 0 em uma jogada que o treinador cantou. O treinador avisou. Treinamos em Porto Alegre isso. Sabíamos da jogada, foi dito que poderia acontecer, foi treinado, mostrado na preleção e não fizemos o que foi combinado, o que foi trabalhado. Nada do que foi ajustado, discutido, treinado, batalhado. Em um minuto vai tudo por água abaixo. E um pênalti não é dado a favor do Grêmio”, completou.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*