Ao lado do Botafogo, Vitória tem a melhor defesa da Série B 2021

Apesar de estar na zona de rebaixamento, o Vitória tem, ao lado do Botafogo, a melhor defesa da competição

Foto: Divulgação/Vitória

Desde o início do Campeonato Brasileiro da Série B 2021, o Esporte Clube Vitória nunca figurou como candidato ao acesso, e assim como nas duas últimas edições, luta com unhas e dentes para escapar do rebaixamento. Desta vez, o Leão chega em situação mais complexa, ainda assim, ganhou uma sobrevida com a vitória sobre o Vasco por 3 a 0, somado aos tropeços de Brusque e Londrina. Apesar da situação delicada, o time rubro-negro tem, ao lado do Botafogo, a melhor defesa da competição, com apenas 28 gols sofridos. Em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3, o técnico Wagner Lopes fez questão de elogiar primeiramente os goleiros do clube.

 

“Eu começo elogiando nossos goleiros. O Vitória é um grande formador, o professor Ferreira é um grande profissional. Temos que enaltecer o trabalho de todo mundo. Wagner tem as ideias dele, e encaixou muito bem com o pessoal da Comissão Técnica fixa. A gente fala que somos uma peça fixa da engrenagem. Toda defesa começa por um grande goleiro. Temos na nossa primeira linha jogadores com experiência. Raul, Wallace, Thallisson, Roberto. João Pedro começou a entregar tudo o que a gente esperava. Os encaixes de fechar a linha de passe, que a gente chama de balanço das linhas. Fizemos muito esse tipo de treino, para ter uma interação melhor entre os setores. Não é um acaso. Você vai convencendo e conquistando a confiança dos jogadores. Dentro do campo, temos jogadores com muita vontade”, pontuou.

Com a liberação do Governo do Estado, é esperado neste domingo um excelente público no Estádio Manoel Barradas, para empurrar o time diante do Cruzeiro. “O futebol só existe por causa do torcedor. É nosso maior patrimônio, e é uma alegria muito grande poder jogar com capacidade máxima do estádio, porque vai ser um jogo difícil, complicado, e esperamos contar com o apoio de todos”, disse. 

Wagner Lopes também explicou um pouco sobre sua metodologia de trabalho. “A gente procura estudar muito a melhor maneira de interagir com os jogadores, o melhor treinamento, buscando extrair deles o melhor. Buscamos a perfeição, mas a gente vai cometer erros, vamos precisar repensar conceitos. Não me considero o dono da verdade, estou de coração aberto para aprender o que for possível. Mas a gente está no futebol há muito tempo, vai tirando lições. Você já conhece o perfil de cada jogador, o que pode extrair de cada um. É um relacionamento. Não é uma tarefa simples, mas acho que estamos no caminho certo”, destacou Wagner.

Deixe seu comentário!