Rogério Caboclo tem plano frustrado ao tentar voltar a mandar na CBF

Presidente afastado do mandato na Confederação Brasileira de Futebol, Caboclo buscou a indicação do vice Coronel Nunes, que está internado

Na tentativa de efetuar uma manobra precisa na Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o presidente afastado Rogério Caboclo recebeu uma negativa nesta semana. Segundo o site “ge”, ele protocolou na entidade máxima do futebol brasileiro um documento indicando o vice Antônio Carlos Nunes para assumir a presidência interina. Caboclo está suspenso do mandato até março de 2023 em função de uma denúncia de assédio sexual.

Anteriormente, no dia 6 de outubro, ele buscou aplicar uma manobra similar. No entanto, a pessoa escolhida para assumir o cargo era Francisco Noveletto. Nesse sentido, a CBF desconsiderou as tentativas de exonerar Ednaldo Rodrigues, responsável pela presidência interina da confederação desde 25 de agosto.

Acima de tudo, o Coronel Nunes – indicação de Rogério Caboclo – está internado no hospital Albert Einstein, em São Paulo, por causa de um problema no coração, conforme constatação de exames médicos. Por fim, ainda segundo a reportagem do “ge”, a CBF comunicou que “o presidente interino Ednaldo Rodrigues segue exercendo normalmente suas funções”.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*