Ederlane Amorim propõe aumentar quantidade de times no Baianão

Em entrevista ao site Bahia Notícias, mandatário do Bode e candidato à presidência da FBF, Ederlane Amorim deseja equilibrar primeira e segunda divisão do estadual

Foto: BLOG DO ANDERSON

Comandando a presidência do Vitória da Conquista, Ederlane Amorim vai disputar também a eleição para um mandato na Federação Bahiana de Futebol (FBF). Nesse sentido, ele já tem como projeto propor o retorno da disputa do Campeonato Baiano com 12 agremiações. O site Bahia Esporte publicou inicialmente a informação, confirmada pelo Futebol Bahiano.

 

Ainda sem data definida, as eleições da presidência da FBF podem acontecer entre janeiro e dezembro de 2022, conforme descrito no estatuto. Por outro lado, o mandatário adiantou ao site Bahia Notícias que o projeto será debatido no Conselho Técnico do Baianão de 2022. De acordo com ele, o ideal seria garantir o acesso de dois clubes da Série B e o rebaixamento somente de um da elite até 2024, e, em seguida, efetuar a manutenção do acesso de duas agremiações e o rebaixamento de outros dois.

“Precisamos fazer alguma coisa diferente para tentar oxigenar esse campeonato. Esse ano nós só tivemos seis times na segunda divisão. Se der a possibilidade de criar duas vagas, teria uma segunda divisão mais disputada. Estive no Barcelona (de Ilhéus, campeão da Série B) neste ano, e fizemos apenas sete jogos. É muito pouco para um time que vai formar um elenco, gerar despesas”, revelou.

Na atual temporada, o Vitória da Conquista venceu três jogos, empatou um e perdeu cinco na 1ª fase do Baianão 2021.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Vitória beira 97% de chance de rebaixamento à Série C do Brasileiro

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*