Em ação com parceiro, Bahia estampará campanha Natal Sem Fome na camisa

a Casa de Apostas fará um convite a todos os apostadores do Brasil.

O Esporte Clube Bahia aderiu a ação da Casa de Apostas em parceria com o Natal Sem Fome 2021, e estampará na sua camisa a campanha a partir quinta-feira, 11 de novembro, contra o Flamengo, no Maracanã, em que a parceria terá o ponta pé inicial. Segundo o clube, a ativação busca também chamar atenção para o voluntariado, pois uma ação tão grande precisa de corações generosos e mãos trabalhadoras para executar a operação, podendo se tornar um embaixador ou até mesmo um ponto de arrecadação de donativos.

 

Além disso, a Casa de Apostas fará um convite a todos os apostadores do Brasil. A plataforma realizará doação de três pratos de comida por cada usuário ativo no site casadeapostas.com. A ONG Ação da Cidadania receberá todas as doações. O período de apuração será de 11 de novembro a 10 de dezembro deste ano. Antes e após esta data, doações podem ser feitas pela internet, na página oficial do Natal Sem Fome (www.natalsemfome.org.br), de 11 de novembro até o fim de dezembro.

“Acreditamos na força do esporte e do futebol para ser um grande vetor de informação e mudança de comportamento das pessoas. Ao realizamos ações que tratem de temas de grande relevância e alcance social, mostramos que a Casa de Apostas, a primeira e verdadeira ‘Casa de Apostas do Brasileiro’ se importa com a sociedade e busca ajudar o próximo”, contou Hans Schleier, diretor de marketing da Casa de Apostas.

De acordo com estudos realizados pela Rede Penssan, temos quase 117 milhões de brasileiros com algum grau de insegurança alimentar e mais de 19 milhões de brasileiros passando fome. São números muito elevados, que exigem dos governos e da iniciativa privada ações propositivas e de rápida execução, afinal quem tem fome tem pressa.

“O Natal Sem Fome simboliza a nossa luta e esperança por dias melhores para a população que vem sofrendo com a falta de comida. A expectativa é que essa seja a maior campanha da história da ONG, esperamos arrecadar pelo menos R$ 30 milhões para conseguir levar alimento para famílias em todo o país”, explica Rodrigo “Kiko” Afonso, diretor-executivo da Ação da Cidadania.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*