Índio Ramírez retorna após 8 meses e recebe elogios de Guto Ferreira

O jogador, apesar do pouco tempo, foi elogiado por Guto Ferreira.

Foto - Felipe Oliveira/EC Bahia

Após oito meses de espera, o meia Índio Ramírez finalmente retornou aos gramados. No último domingo, o colombiano entrou no decorrer do segundo tempo no triunfo do Esporte Clube Bahia sobre a Chapecoense, por 3 a 0, na Arena Fonte Nova, mesmo palco da lesão sofrida, ainda no Brasileiro de 2020, no dia 3 de fevereiro de 2021. Contra o Fluminense, na tentativa de um drible, o jogador levou a pior e sofreu uma grave lesão no joelho. Foi necessário cirurgia. Ruptura do do ligamento cruzado anterior do joelho, além de lesão no menisco medial.

 

Ramírez atuou por 30 minutos diante da Chape. O jogador, apesar do pouco tempo, foi elogiado por Guto Ferreira. “Ramirez acho que mostrou o talento que tem. Ele ainda não está no melhor, notório que ainda falta bastante no aspecto físico. Mas é talentoso, jogador do drible fácil, visão diferenciada. É condicioná-lo da melhor maneira possível”, destacou.

Foi a segunda vez que Ramirez, pós-cirurgia, foi relacionado para uma partida. Na primeira, contra o Palmeiras, ele não foi escolhido por Guto para entrar no decorrer do confronto, mas não entrou em campo. O jogo contra a Chape foi apenas a 12ª vez que ele vestiu a camisa do Esquadrão.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Bahia quebra jejum de 35 anos sem ter a defesa em quatro jogos seguidos

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*