Guto Ferreira destaca equilíbrio após ajustes na equipe do Bahia

As primeiras mudanças feitas pelo treinador foram as entradas de Danilo Fernandes e Raí

Foto - Felipe Oliveira

O técnico Guto Ferreira chegou chegando no Esporte Clube Bahia. Apesar do pouco tempo de trabalho, dentro de campo é visível a mudança na postura da equipe. As primeiras mudanças feitas pelo treinador foram as entradas de Danilo Fernandes e Raí. Além disso, recuou Mugni para dar uma saída de bola com mais qualidade, e promoveu o retorno de Matheus Bahia na lateral-esquerda, deslocando Juninho Capixaba para o meio de campo, diga-se, uma decisão acertada, já que Capixaba vem apresentando um bom rendimento na nova posição.

 

“Primeiro, ajustes que trouxessem equilíbrio para equipe. Cheguei para montagem, que não tinham extremos que vinham dando retorno. Pelo conhecimento que temos de Juninho Capixaba, optamos por dobrar ali. Ele me dá condição para abrir para jogar como ala, trazendo [Matheus] Bahia para terceiro zagueiro. Consigo transitar em vários sistemas com essa formação”, disse e completou.

“Tínhamos muita dificuldade na volância desde a saída de Thaciano. Segundo volante que virava meia e jogava na área. E, no plantel, o jogador que mais tinha condição de fazer isso, até porque a gente já tinha trabalhado também e viu evolução no Sport, era Mugni. Tem força para marcar e chegar e poder de articulação. Trouxemos Mugni para trás, fixou a qualidade de passe e a pegada de Patrick, ajustou posicionamento da linha de trás. E, partir daí, nós tivemos um achado, porque ainda não tinha jogado no Brasil, o Raí. A partir desse achado, partimos da premissa de equipe equilibrada. Ajustamos a parte defensiva sem perder e ajustamos também algumas coisas ofensivas”, explicou.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Vitória fecha 31ª rodada a 3 pontos da saída do Z4; veja classificação

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*