Vitória é condenado a pagar R$ 640 mil a meia que defendeu o clube em 2018

Guilherme Costa acionou o Leão da Barra alegando falta de recebimento de salários

Enquanto busca somar pontos para sair da zona de rebaixamento dentro de campo na Série B, o Esporte Clube Vitória acumula ações na Justiça do Trabalho. Desta vez, o clube sofreu a condenação de pagar aproximadamente R$ 640 mil ao meio-campista Guilherme Costa. O jogador vestiu a camisa rubro-negra em 2018 por empréstimo junto ao Vasco.

 

A decisão, proferida pelo juiz Marivaldo Pereira da Silva, da 34ª Vara do Trabalho de Salvador (BA), teve sua publicação divulgada, na última quarta-feira (8), no Diário Eletrônico do Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região (TRT-BA).

Guilherme Costa acionou o Leão da Barra alegando falta de recebimento de salários dos meses de novembro e dezembro daquele ano. Além disso, valores proporcionais de férias e 13° salário.

Contratado na gestão do ex-presidente Ricardo David, o meia tem passagens por Boavista-RJ, Red Bull Bragantino e CRB. Pelo Vitória, fez 15 jogos no time profissional e um na equipe de aspirantes, marcando um gol.

Deixe seu comentário!

2 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Justiça condena o Vitória a pagar R$ 370 mil a ex-meia de 2020

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*