‘É mais fácil controlar estádio de futebol do que casa de eventos’, diz Bruno Reis

Bruno Reis garantiu que ainda não existe diálogo com o governador Rui Costa

Foto: Erik Salles / Ag. BAPRESS / Divulgação

Apostando na retomada segura dos jogos de futebol com presença de público, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), pontuou que o controle das pessoas nas arquibancadas precisa ser considerado para as torcidas voltarem a participar das partidas na capital baiana. De acordo com o gestor, a administração do público nas arquibancadas é mais controlável do que em casa de eventos.

 

“Eu antecipei a posição da prefeitura diante das sugestões de protocolos enviadas pelos clubes, entendemos que eles podem ser aplicados e, portanto, liberados os estádios. Nossa visão é que o estádio de futebol tem como controlar o acesso exigindo a vacinação em dia e dentro interditando cadeiras, para distanciamento. É um ambiente que tem facilidade maior para controlar do que uma casa de eventos por exemplo. Nossa posição é que já dá para avançar nisso”, declarou, em entrevista coletiva cedida na manhã desta sexta-feira (24).

Por outro lado, Bruno Reis garantiu que ainda não existe diálogo com o governador Rui Costa (PT) sobre essa temática. Todavia, ele ressaltou a disponibilidade da prefeitura para desenvolver os protocolos de segurança.

Antes de mais nada, Salvador está sem promover uma partida de futebol com torcida há mais de 1 ano e seis meses. No dia 15 de março de 2020, o Esporte Clube Vitória goleou o River-PI, por 4 a 1, no Estádio Manoel Barradas (Barradão), pela 7ª rodada da Copa do Nordeste 2020. Nesse sentido, 6.247 pagantes estiveram presentes no palco do jogo.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*