Árbitro justifica expulsão do goleiro Caíque e relata xingamento

O Leão teve um pênalti anulado após o árbitro revisar lance com a ajuda do VAR

Mesmo sem entrar em campo, o goleiro Caíque foi expulso na derrota do Esporte Clube Vitória para o Remo, por 2 a 1, na última sexta-feira, no Estádio Manoel Barradas, pela 23ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. O arqueiro levou o cartão vermelho direto aos 50 minutos do segundo tempo por reclamação. Na súmula do jogo, o árbitro Felipe Fernandes de Lima registrou xingamento do goleiro. O Leão teve um pênalti anulado após o árbitro revisar lance com a ajuda do VAR, e os jogadores rubro-negros também ficaram na bronca com outra suposta penalidade.

 

“Expulsei com cartão vermelho direto o sr. Caique Luiz Santos da purificação, nº12 da equipe do vitória que se encontrava no banco de reservas, após ter sido informado pelo quarto árbitro e quando o jogo havia sido paralisado, que este jogador se dirigiu a equipe de arbitragem com os seguintes dizeres: “vai tomar no c*, vai olhar no VAR, para o Vitória não tem var, vai tomar no c*”.

Além de Caíque, o Vitória não vai ter Wallace e Mateus Moraes, suspensos pelo terceiro cartão amarelo, contra o Brusque. A partida está marcada para as 16h, da próxima sexta-feira, no Estádio Augusto Bauer, pela 24ª rodada da Série B.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*