Após 1ª derrota no Vitória, Wagner Lopes pede que time levante a cabeça

Após a partida, o técnico Wagner Lopes em entrevista coletiva admitiu que "dói muito uma derrota assim"

Foto: Reprodução / TV Vitória

O Esporte Clube Vitória foi derrotado pelo Remo, de virada, por 2 a 1, no Estádio Manoel Barradas, pela 23ª rodada da Série B. Marcinho abriu o placar para o Rubro-Negro aos 11 minutos do 1º tempo, mas Marcos Júnior empatou aos 16 da etapa final, e aos 43 Lucas Tocantins virou. Após a partida, o técnico Wagner Lopes em entrevista coletiva admitiu que “dói muito uma derrota assim”, dentro de casa, mas pediu ao time que levante a cabeça e continue trabalhando com o objetivo de deixar a zona de rebaixamento.

 

“Nós começamos a perder o duelo individual, paramos de jogar. Muitas vezes, a gente começou a dar chutão, uma coisa que a gente pede não fazer. Precisava da linha de passe, dar opção para os zagueiros, para os laterais, rodar mais a bola. Fazer o que a gente treinou, a saída de três, de quatro. Ora com Fernando Neto, ora com Pablo. Quando um vinha jogar, o outro circulava na entrelinha. Então a gente parou de fazer isso e começou a perder os duelos individuais. Quando você começa a perder o um para um, você tem problema. Isso aconteceu. É corrigir isso, duelar mais, ser mais competitivo, brigar mais. Série B é assim o tempo inteiro. Em duas falhas, tomamos dois gols. Dói muito uma derrota assim, em casa, contra um concorrente direto. É levantar a cabeça e continuar trabalhando”, disse o treinador.

Com o revés, o Vitória segue com 23 pontos na 17ª colocação. Já o Remo chega aos 30 pontos e assumiu o 11º lugar. Na sequência da competição, o Vitória enfrenta o Brusque, na próxima sexta-feira (17), às 16h, no Estádio Augusto Bauer, em Santa Catarina.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*