Sem oficializar demissão de Ramon, Vitória segue comandado por interino

Wagner Lopes, de 52 anos, teve o seu nome especulado no Vitória

Apesar de ter sido demitido no último dia 5 de agosto, o técnico Ramon Menezes segue vinculado ao Esporte Clube Vitória. As partes não chegaram a um acordo para a rescisão de contrato, por isso o clube ainda não anunciou oficialmente o desligamento do treinador. Ramon comandou a equipe em 16 jogos, somando apenas três triunfos, além de seis empates e cinco derrotas. Ele deixou o Leão ocupa na 16ª colocação, com 13 pontos. O auxiliar Ricardo Amadeu assumiu a equipe interinamente e estreou no último sábado em derrota para o Vasco por 1 a 0.

 

Ainda comandado por Amadeu, o Esporte Clube Vitória enfrenta o Cruzeiro nesta quarta-feira, às 19h, no Mineirão, pela 17ª rodada da Série B. A delegação do Vitória viaja nesta terça para Belo Horizonte. O time não poderá contar com a dupla de zaga titular para a partida. Wallace, com o terceiro cartão amarelo, e Marcelo Alves, que levou vermelho direto, no jogo contra o Vasco, vão cumprir suspensão automática. Os substitutos ainda não foram definidos.

Novo treinador?

Recentemente, surgiu a informação de que o Esporte Clube Vitória teria negociações avançadas com o técnico Wagner Lopes, de 52 anos, que comandou recentemente o Vila Nova, e também já passou por Atlético-GO e Botafogo-SP, entre outros. Natural de Franca (SP), Wagner Augusto Lopes é um ex-jogador que fez quase toda sua carreira no futebol japonês após ser revelado pelo São Paulo. Ele pendurou as chuteiras em 2002 e depois se tornou treinador. Seu primeiro clube foi o Paulista. Comandou também São Berbardo, Botafogo-SP, Criciúma, Goiás, Bragantino, Sampaio Corrêa, Paraná, Albirex Niigata (Japão), Joinville, Atlético-GO. Seu último clube foi o Vila Nova, quando foi demitido em junho.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*