Treinador do Cruzeiro pede para sair: Vanderlei Luxemburgo é o nome preferido

O técnico deixa o Cruzeiro com aproveitamento de 33,3% dos pontos disputados

A situação do Cruzeiro, mostra não é apenas um gripe mal e sua queda para a segunda divisão pela primeira na sua longa história não se encaixa naquela conhecida desculpa de “acidente de percurso”. Caiu, não se levantou no passado e este ano continua descendo a ladeira descontrolado. O clube que é o maior campeão da Copa do Brasil, já conquistou brasileiros de Taça Libertadores outra vez está sem treinador. Após o empate em 2 x 2 contra o Londrina não Mineiro o técnico Mozart pediu o boné e avisou que está batendo em retirada. O Clube através de nota confirmou a saída do treinador.

 

O técnico deixa o Cruzeiro com aproveitamento de 33,3% dos pontos disputados. No total, foram 13 jogos da equipe sob seu comando, com sete empates, duas vitórias e quatro derrotas. Mozart cai após nove jogos sem vitória e, atualmente, o Cruzeiro está na 16ª posição na tabela, fora do Z4, porém, correndo o risco de voltar, o pior, para último lugar, caso Vitória, Ponte Preta, Brasil de Pelotas e Confiança vençam seus jogos.

Com a saída de Mozart, o Cruzeiro buscará seu terceiro treinador na temporada. Antes, Felipe Conceição já havia comandado o time entre fevereiro e junho. Ainda passaram pelo clubes recentemente já no meio da turbulência Enderson Moreira, Ney Franco, Luís Felipe Scolari hoje no Grêmio. De acordo a imprensa mineira, agora o Cruzeiro corre atrás de um novo nome e o técnico Vanderlei Luxemburgo é o nome preferido.

Leia a nota

“Venho aqui, infelizmente depois de mais um resultado inesperado. Infelizmente, as coisas não estão andando conforme a grandeza desse clube, nós conversamos com o Mozart, e ele optou pelo pedido de demissão para que a gente possa andar por outro caminho, na busca de um outro profissional para que nós tenhamos melhores resultados”, disse Rodrigo Pestana, executivo de futebol do clube.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*