Bahia perde para o Atlético-MG de novo e chega à 4ª derrota seguida sem marcar gol

O confronto de volta contra o Atlético-MG acontece na próxima quarta-feira

Foto: Fernando Moreno/AGIF

O Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite desta quarta-feira bastante desacreditado e sob desconfiança do seu torcedor, na bronca com o desempenho da equipe, que vem de três derrotas seguidas pelo Campeonato Brasileiro da Série A, perdendo para São Paulo (1×0), Flamengo (5×0) e Atlético-MG (3×0), sofrendo 9 gols e não marcando nenhum. Hoje à noite, o desafio era novamente diante do Atlético-MG, no Estádio do Mineirão, mas agora pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. Ainda que não tenha tido uma atuação ruim como nos jogos anteriores, faltou eficiência mais uma vez ao setor de ataque e o Bahia acabou perdendo para o Galo por 2 a 0, largando com desvantagem no torneio nacional, além disso, chegou à quarta derrota seguida, sofrendo 11 gols e não marcando nenhum.

 

O Atlético-MG começou pressionando o Bahia, porém, aos poucos o tricolor baiano foi equilibrando o confronto e chegando com perigo em contra-ataques. Teve a sua melhor chance com o atacante Ronaldo que saiu cara a cara com Everson, mas chutou em cima do goleiro e perdeu uma excelente oportunidade, que fez muita falta, afinal, aos 36 minutos, depois uma boa jogada entre Dodô e Hulk pela esquerda, Zaracho apareceu na pequena área e abriu o placar.

O Bahia voltou para o segundo tempo ainda mais agressivo e deu muito trabalho ao Atlético-MG e ao goleiro Everson, porém, o ataque não teve eficiência para traduzir as chances criadas em gol e passou novamente em branco. Como castigo, acabou levando o segundo gol aos 28 minutos marcado pelo atacante Hulk que já tinha anotado dois no último domingo. O time baiano seguiu buscando o seu golzinho que deixaria a situação bem diferente, mas quando não errou na conclusão, parou no inspirado goleiro Everson. O estreante Danilo Fernandes também teve trabalho e evitou o terceiro do Galo.

Com a derrota por 2 a 0 na ida, o Esporte Clube Bahia agora precisa vencer o Atlético-MG pelo mesmo placar na partida de volta para decidir a classificação nos pênaltis. Para avançar no tempo normal, o Esquadrão depende de um triunfo por três gols de diferença, algo muito difícil e improvável.

O confronto de volta contra o Atlético-MG acontece na próxima quarta-feira (04), às 21h30, no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana, já que o Esquadrão foi punido com a perda de um mando de campo devido a briga generalizada na final da Copa do Nordeste. Antes da partida, o Tricolor tem compromisso pelo Campeonato Brasileiro. No domingo (01), encara o Sport, às 18h15, no Estádio Metropolitano de Pituaçu.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 2 X 0 BAHIA
COPA DO BRASIL (JOGO DE IDA – OITAVAS)

LOCAL: Mineirão, em Belo Horizonte
DATA: 28/07/2021 (quarta-feira), 21h30
ÁRBITRO: Raphael Claus (FIFA-SP)
ASSISTENTES: Danilo Ricardo Simon Manis e Evandro de Melo Lima (ambos de SP)
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

GOL: Zaracho e Hulk (Atlético-MG)

ATLÉTICO-MG
Everson; Mariano, Réver, Alonso e Dodô; Allan, Tchê Tchê, Nacho (Hyoran) e Zaracho (Calebe); Savarino (Eduardo Sasha) e Hulk (Nathan). Técnico: Cuca.

BAHIA
Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Juninho Capixaba); Patrick, Jonas (Lucas Araújo) e Daniel (Galdezani); Rossi, Ronaldo (Rodriguinho) e Gilberto.. Técnico: Dado Cavalcanti.

Comentários:

2 Comentário

  1. Desde a gestão passada este presidente e sua diretoria só tem trazido de desgosto a torcida do Bahia, porém como o time é uma entidade privada, os sócios é quem elege este tipo, lastimável ver este time do Bahia jogando.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*