Após sexta conturbada, Flamengo anuncia demissão de Rogério Ceni

Rogério Ceni foi campeão do Campeonato Brasileiro e da Supercopa do Brasil

Adversário do Esporte Clube Bahia na 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, em duelo marcado para o dia 18/07, às 18h15, no Estátio de Pituaçu, o Flamengo anunciou na madrugada deste sábado por meio das redes sociais a demissão do técnico Rogério Ceni. Maurício Souza dirigirá a equipe contra a Chapecoense, domingo, no Maracanã, pela 11ª rodada do Brasileirão, enquanto a diretoria vai em busca de um substituto. O nome de Renato Gaúcho ganha força nos bastidores.

 

Contratado em novembro de 2020 após boa passagem pelo Fortaleza, Rogério Ceni foi campeão do Campeonato Brasileiro e da Supercopa do Brasil com o Flamengo, mas acabou não resistindo aos resultados ruins neste início de Brasileirão e também ao conturbado ambiente interno. Segundo informação do “ge”, o desgaste no departamento de futebol era crescente nas últimas semanas, e o treinador estava cada vez mais isolado e desconfiado da maioria daqueles que o cercavam no centro de treinamento.

Na sexta-feira, o treinador comandou normalmente as atividades no campo, enquanto Rodolfo Landim, Marcos Braz e Bruno Spindel debatiam os rumos do futebol em reunião no Ninho. O ambiente ficou mais conturbado com vazamentos de áudios de um analista do clube que fez críticas à postura de Ceni no dia a dia de trabalho, pelas indicações de jogadores (o treinador teria pedido cinco atletas do Fortaleza). Ele disse que o treinador era “uma pessoa ruim” e que não entendia por que o ex-goleiro ainda não foi demitido do Rubro-Negro.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*