Técnico da Juazeirense evita empolgação e já pensa em duelo pela Série D

"Agora é curtir esse momento e não se empolgar com isso", disse.

Primeiro time do interior baiano a se classificar para a terceira fase e também para as oitavas de final da Copa do Brasil, a Juazeirense segue fazendo história e agora está entre os 16 melhores do torneio, aguardando seu adversário que será definido por meio de sorteio. O Cancão de Fogo passou por Sport-PE, Volta Redonda e na última quarta-feira despachou o Cruzeiro vencendo por 1 a 0 no tempo normal e conquistando a classificação nos pênaltis. O técnico Carlos Rabello, que assumiu o time recentemente, exaltou a classificação da Juazeirense.

 

“Estamos muito felizes por essa classificação, nossa modesta equipe, eliminando o Cruzeiro, que é o maior vencedor da copa do Brasil, para a gente é uma honra e uma satisfação muito grande, conquistar essa classificação. É logico que sabíamos que a classificação seria muito difícil e ela veio de forma sofrida, com muita emoção, na cobrança das penalidades, mas fomos mais competentes que o Cruzeiro nos dois jogos, principalmente no jogo no Mineirão, onde a gente fez uma boa partida e no meu entender, não merecíamos ter perdido. Fizemos o placar de 1 a 0, em caso, levamos a decisão para as penalidades e fomos competentes nas cobranças, então estamos de parabéns”, disse.

O treinador, porém, freou a empolgação e já pensa no compromisso pela Série D do Brasileiro, domingo, contra o ASA, no Estádio Adauto Moraes.

“Agora é curtir esse momento e não se empolgar com isso, pois o futebol é vida que segue e já no próximo domingo, já temos o ASA pela série D do brasileiro, então é focar nesse jogo e tentar conquistar esses três pontos, para ficarmos cada vez mais próximos do nosso objetivo que é conquistar a classificação à próxima fase da competição”, disse em entrevista à página Treinadores do Brasil.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*