Meia vê pressão no Ceará como algo normal e mira vitória sobre o Bahia

"Num clube grande como o Ceará sempre vai haver pressão", disse.

Foto: Estadão Conteúdo

O Ceará já iniciou os preparativos para enfrentar o Bahia na próxima quinta-feira em jogo de complemento da quarta rodada que será iniciada na quarta-feira. Nesta terça-feira, realizou o primeiro treinamento em solo cearense, após, Guto Ferreira comandou treinamento para a partida tratada como fundamental para o time se consolidar na competição, após vencer o Grêmio na estreia, perder para o Vasco da Gama e na última rodada empatar em 1 x 1 com a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó.

 

Em campo, o comandante alvinegro realizou um trabalho tático, em campo reduzido. Ao final deste trabalho, alguns atletas treinaram bolas paradas. Antes do jogo desta quinta-feira, o elenco ainda realizará treinamento apronto, na manhã da quarta-feira, 16/06. A atividade também será no Estádio Vovozão. Antes da atividade, atacante Lima foi o participante da coletiva desta tarde. Neste momento o atleta respondeu perguntas enviadas por jornalistas e falou sobre seu momento, objetivos do time e próximo adversário.

Sobre o confronto contra o Bahia pelo Brasileirão nesta quinta-feira, 17/06, o jogador disse estar empenhado na vitória, em marcar. “Queremos ganhar todos os jogos, de qualquer maneira. Independente se tivéssemos vencido o último, meu desejo é sempre que o próximo resultado seja uma vitória”, reforçou Lima.

O time estreou com resultado positivo nesta temporada do Campeonato Brasileiro e sobre a busca pelos seis pontos o atleta revelou que a pressão segue a mesma de momentos de outrora. “Num clube grande como o Ceará sempre vai haver pressão. Todos sabem da grandiosidade de nossos jogadores e isso gera cobrança, ao passo que, por esse mesmo motivo, temos consciência que podemos superar todas as dificuldades”, comentou.

O atleta, que tem apresentado boas atuações em partidas recentes, vê positivamente a boa fase de outros colegas. “Fico feliz pelos gols que marco, mas da mesma forma, me alegro pelos meus colegas que marcam, quer seja zagueiro, atacantes. Tenho compromisso sim em fazer gols e ajudar minha equipe, mas esse é um compromisso de todos”, finalizou.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*