Gilberto está perto de se tornar o maior artilheiro do Bahia em Brasileiros

Gilberto superou Nonato e está próximo de Douglas Franklin

Foto - Lucas Figueiredo

O atacante Gilberto segue fazendo história com a camisa do Esporte Clube Bahia e até o final do ano, quando encerra seu contrato, pode bater recordes importantes. Com os dois gols marcados no empate em 3 a 3 com o Red Bull Bragantino no último sábado, o camisa 9 chegou aos 69 gols em 152 jogos com a camisa tricolor, superando Tintas (68 gols) e Cláudio Adão (68 gols), e igualando a Romeu, que é o 20º maior artilheiro da história do clube com 69 gols. Ou seja, Gilberto perto de alcançar Léo Briglia (19º com 70 gols) e Marito (18º com 72 gols). Bobô aparece na 17ª colocação com 80 gols.

 

Além de já ter entrado para o rol de maiores artilheiros da história do Bahia, Gilberto se tornou o segundo maior artilheiro do Esquadrão em Campeonatos Brasileiros. Com os dois gols marcados no último sábado, ele chegou aos 33 gols, superou Nonato que tem 32, e está a 3 gols do ídolo Douglas Franklin, que defendeu as cores do clube entre 1972 e 1979. No ano passado, Gilberto superou Marcelo Ramos (23 gols), Charles (23 gols), Bobô (25 gols) e Beijoca (26 gols).

Os 3 maiores artilheiros do Bahia em Campeonatos Brasileiros (1959-2021)

1) Douglas Franklin (36 gols)
2) Gilberto (33 gols)
3) Nonato (32 gols)

Natural de Piranhas, no Alagoas, Gilberto Oliveira Souza Júnior foi revelado no Santa Cruz e acumula passagens também por Vera Cruz-PE, Internacional, Sport-PE, São Paulo, Portuguesa, Toronto FC do Canadá, Vasco, Chicago Fire dos Estados Unidos. O centroavante está no Bahia desde 2018, quando chegou após passagem pelo Yeni Malatyaspor, da Turquia. Ao todo, soma 152 jogos e 69 gols marcados.

TOP-20 dos maiores artilheiros da história tricolor:

1º – Carlito – 253 gols
2º – Douglas – 211 gols
3º – Hamílton – 154 gols
4º – Uéslei – 140 gols
5º – Osni – 138 gols
6º – Marcelo Ramos – 128 gols
7º – Nonato – 125 gols
8º – Vareta – 116 gols
10º – Biriba – 113 gols
17º – Bobô – 80 gols
18º – Marito – 72 gols
19º – Léo Briglia – 70 gols
20º – Romeu e Gilberto – 69 gols

Comentários:

2 Comentário

  1. O tempo não apaga sua história se ela for escrita com base solida, Douglas jogou no Bahia na década de setenta e até hoje não foi batido sua marca no brasileiro, há quem vai dizer que Douglas jogou oito brasileirões pelo Bahia, e Gilberto até agora só jogou quatro, mas, antigamente não tínhamos jogos de ida e volta, além de que Douglas é o segundo maior artilheiro da história do Bahia e não era centroavante, não me canso de dizer que Douglas foi o único craque que eu vi jogar no Bahia, craque para mim é um jogador diferenciado, que nos jogos mais importantes ele aparece e confirma toda expectativa que o torcedor mais apaixonado deposita nele, para muitos torcedores mais jovens, acham que Bobô ou Charles foram craques, eram apenas bons jogadores nada mais que isso, assim como os mais antigos irão dizer que era Marito, Biriba ou Carlito, infelizmente nossa torcida ficou carente de craques desde na época que o Bahia começou a ter dono, Maracajá se eternizou no Bahia e foi diminuindo o tamanho do clube, não era nascido, mais tenho obrigação de conhecer a história do clube que amo, Bahia foi o primeiro campeão Brasileiro e mais duas vezes vice campeão, tinha Carlito até hoje o maior artilheiro da sua história, Marito, Biriba e outros, ou seja, até hoje Osório Villas Boas foi o maior presidente da sua história, Douglas, Fito e Zé Eduardo foram as últimos contratações dele antes do Bahia passar a ter dono, agora entendo quando radialistas diziam que Osório já velho participa das reuniões do clube e em varias delas atirou cinzeiro na cara do dono do Bahia, por não admitir o Bahia se apequenando a nível nacional, para os desavisados era o eterno presidente, como chamava os jabajeiros.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*