Baianos estreiam no Brasileiro da Série D neste final de semana

Bahia de Feira, Juazeirense e Atlético representam a Bahia na Série D 2021

Começa neste sábado mais edição do Campeonato Brasileiro da Série D, com a mudança da composição dos clubes baianos. Se no passado tivemos Atlético de Alagoinhas, Bahia de Feira e Vitória da Conquista, esse ano, foi substituído o ECPP pela Juazeirense. No passado, dois dos clubes baianos superaram a fase de grupos com boas campanhas, mas caíram na 2ª fase. O Vitória da Conquista, classificado em terceiro colocado no Grupo 4 com 22 pontos, após vencer o Salgueiro no Lomanto Júnior por 4 x 3, foi goleado no jogo de volta pelos pernambucanos por 4 x 0 no Estádio Cornélio de Barros.

 

Atlético de Alagoinhas e Bahia de Feira foram inseridos no Grupo 6, no entanto, apenas o Carcará avançou, também em terceiro lugar, conquistando 23 pontos. Na sequência, o time baiano enfrentou Goiânia Esporte Clube, empatou em 1 x 1 no Estádio Carneiro, em Alagoinhas, levou a decisão para Estádio Olímpico em Goiânia, e perdeu pelo placar de 3 a 2 deixando escapar uma vaga para às oitavas de final. No final da competição, Altos do Piauí, Marcilio Dias, Aparecidense e Mirassol foram as quartas de finais e subiram para Série C.

Este ano, assim como os anos anteriores, a divisão contará com 64 clubes. As equipes serão divididas em oito grupos de oito times cada, com partidas de ida e volta. Os quatro melhores de cada chave se garantem na segunda etapa. As 32 equipes remanescentes, então, se enfrentam em confrontos eliminatórios até a definição do campeão e dos acessos à Série C de 2022.

O primeiro baiano a entrar em campo será o Bahia de Feira, que enfrenta neste sábado o Sergipe, às 16h, na Arena Cajueiro, em Feira de Santana. No domingo, o Atlético de Alagoinhas, campeão baiano de 2021, estreia contra o ASA de Arapiraca, no Estádio Coaracy da Mata Fonseca, às 16h. No mesmo dia e horário, a Juazeirense dentro do Estádio Etelvino Mendonça enfrenta o Itabaiana, cobertura do site Futebol Baiano.

Após o vice-campeonato baiano, o Bahia de Feira passou por uma reformulação. Alguns jogadores saíram, casos do goleiro Jean, do volante Jarbas e do meia Bruninho, entre outros. Em contrapartida, às vésperas da estreia na Série D, o Tremendão anunciou um pacotão de reforços. Chegaram os zagueiros Jorge e Tiago Santana, o lateral-direito Tiago Baiano, os volantes Pantico e Newtton Júnior, os meias Wesley Silva, Breno e Cássio, e os atacantes Jeferson e Léo.

A Juazeirense, que fez a melhor campanha da primeira fase do Baianão, mas acabou eliminado na semifinal para o Atlético, também passou por reformulação. Saíram o goleiro Léo, o lateral-direito Jô, o zagueiro Dedé, o volante Anthony, o meia Rayllan e o atacante Elcarlos. Chegaram os zagueiros  Sílvio e Eduardo, o lateral-direito Guilherme Lucena, o volante Mineiro, os atacantes Waldir e Tony Galego, além disso, o Cancão de Fogo mudou o seu treinador, saindo Givanildo Sales e entrando Carlos Rabelo. Já o Atlético de Alagoinhas manteve praticamente a mesma base, com exceção do atacante Ronan que foi para o Vitória. Retornaram ao Carcará o volante Leandro Sobral e o atacante Jeam.

JOGOS DA 1ª RODADA (GRUPO 4 – SÉRIE D)

SÁBADO, 05/06
16h00 – Bahia de Feira x Sergipe

DOMINGO, 06/06
16h00 – Itabaiana x Juazeirense
16h00 – ASA x Atlético de Alagoinhas
16h00 – Retrô-PE x Murici-AL

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário