Bahia tem conversas com três jogadores de posições distintas

Drubscky disse que chegou perto de contratar um jogador estrangeiro

Em entrevista recente, o técnico Dado Cavalcanti reforçou a necessidade por contratações para o elenco do Esporte Clube Bahia e disse que espera dois ou três reforços até o final de junho. A torcida tricolor também está na expectativa pelas contratações e vem cobrando isso com frequência, afinal, é visível que o elenco apresenta carências em algumas posições, especialmente nas laterais. Em entrevista ao canal Info Bahêa, no Youtube, o executivo de futebol do Esquadrão, Lucas Drubscky, revelou que existem negociações em andamento com três jogadores de posições distintas e espera finalizar as negociações nos próximos dias.

 

“Estamos com conversas ativas com pelo menos três atletas em posições distintas. Eu espero profundamente que nos próximos dias (a gente finalize)”, disse o dirigente.

Drubscky também revelou que chegou perto de contratar um jogador estrangeiro, mas no fim as conversas desandaram. “É uma coisa que foge ao nosso controle. Às vezes a gente chegou até a mandar pré-contrato para jogador, com tudo certo… Teve um jogador sul-americano que acertamos com o clube, um grande da América do Sul, acertamos com o jogador, estávamos esperando aqui. Tínhamos dado um valor de compra para o clube, um valor bem baixo porque estava em final de contrato, era para o jogador vir de imediato. Pelo acerto, o clube repassaria esse valor ao jogador para quitar débitos, mas de última hora o clube disse que não repassaria nada. Entre Bahia e clube, tudo certo; entre Bahia e jogador, tudo certo; entre o jogador e o clube, de última hora, o negócio não andou”.

O dirigente também falou sobre as carências no elenco: “Uma coisa para deixar vocês tranquilos, de certa forma. Muitas dessas carências a gente sabe delas. Não somos bobos, estamos trabalhando, é nosso trabalho e somos formados para isso. Sabemos ler muito bem o jogo, a formatação do elenco, do que precisamos, de onde não estamos tendo rendimento satisfatório relativo a posições. A primeira coisa é que temos profissionais capacitados. A primeira coisa que digo é que fiquem tranquilos. Não tem ninguém cego, está todo mundo vendo. É óbvio que tem muitas vezes que é viagem. A torcida vê uma coisa e a gente vivenciando o processo, sabe que não é bem assim. Para responder especificamente à pergunta, é fácil. As deficiências que a gente entende como posição, como proceder? Contratando. É isso que estamos trabalhando. Fazendo enxertos de chegada e de saída no elenco”.

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*