Com venda de Thiago, Bahia atinge meta definida no orçamento de 2021

O clube previa receber R$ 25 milhões em negociações de jogadores

Foto: Felipe Oliveira/EC Bahia

Destaque do time sub-20 na campanha do vice-campeonato da Copa do Brasil da categoria em 2020 e promovido ao elenco principal na reta final da Série A, o atacante Thiago Andrade não é mais jogador do Esporte Clube Bahia. O jovem atleta foi negociado com o New York City, dos Estados Unidos. Apesar do anúncio ainda não ter sido feito, o jogador já teve sua rescisão de contrato publicada no BID da CBF na tarde de quarta-feira. Por conta de cláusula de confidencialidade no contrato, o Bahia não divulga os valores. Porém, segundo informação do GE, o acordo foi fechado por R$ 10 milhões. Além disso, o clube baiano ficará com 20% do lucro de uma futura transferência.

 

Com a negociação de Thiago, o Esporte Clube Bahia vai atingir a meta de venda de atletas definida no orçamento da temporada 2021. O clube previa receber R$ 25 milhões em negociações de jogadores ao longo do ano. Antes, o Tricolor havia recebido aproximadamente R$ 15 milhões com a venda de Gregore para o Inter Miami, também dos Estados Unidos.

Natural de Araras , interior de São Paulo, Thiago Eduardo de Andrade acumula passagens pelas divisões de base de XV de Jaú, Fluminense e Portimonense-POR antes de chegar ao Esporte Clube Bahia em 2019 para reforçar o time sub-20. Em 2020, se destacou marcando 11 gols em 28 jogos pela equipe sub-20, entre Copa São Paulo de Futebol Júnior, Copa do Brasil e Brasileiro da categoria. Foi artilheiro da Copa do Brasil Sub-20 com 6 gols, na campanha do vice-campeonato, porém, não disputou a finalíssima sendo promovido ao time principal pelo treinador Dado Cavalcanti, assumindo de cara a titularidade. Foram 9 jogos e 1 gol marcado na Série A de 2020. Esse ano, disputou três jogos, todos saindo do banco.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*