Ex-Vitória, Fernando Miguel deixa o Vasco e acerta com time da Série A

Alexandre Pássaro explicou como foi conduzido o empréstimo ao Dragão

Foto - Thiago Ribeiro/AGIF

Além dos laterais Henrique e Pikachu, do volante Léo Gil e do atacante Gustavo Torres, quem também está de saída do Vasco é o experiente goleiro Fernando Miguel, com passagens pelo Esporte Clube Vitória, que acertou com o Atlético-GO por empréstimo até o fim de 2021. Alexandre Pássaro em entrevista ao site oficial do clube explicou como foi conduzido o empréstimo ao Dragão. O executivo disse que o arqueiro, ciente das dificuldades financeiras do clube, abriu mão de valores. O vínculo com o Vasco vai até 31 de dezembro de 2022. Alguns saindo, outros chegando. O Cruzmaltino anunciou até aqui o lateral Zeca, o zagueiro Ernando e o meia-atacante Marquinhos Gabriel.

 

“Estamos conversando com o Fernando Miguel e seu empresário desde o final do Campeonato Brasileiro. Para entendermos qual seria o melhor projeto esportivo para o Fernando e o Vasco nesse momento. Considerando a procura e a negociação com o Atlético Goianiense, concluímos hoje que o melhor para todas as partes é a ida do atleta por empréstimo até o final do ano, em virtude desse momento de reestruturação esportiva e financeira do Vasco”, explicou o diretor executivo de futebol Alexandre Pássaro, que fez questão ainda de elogiar a postura do goleiro.

“Como eu sempre disse, o Fernando Miguel é uma pessoa muito séria, extremamente comprometida com o trabalho e o Vasco da Gama. E mais uma prova disso é que nessa negociação ele abriu mão de valores e parcelou outros, fazendo o que pedimos para ele. Tudo por entender o momento que o Clube atravessa. Gostaria de externar toda minha gratidão pelos serviços prestados até aqui e pela retidão de caráter que ele tem. O Fernando tem contrato com o Vasco até dezembro 2022 e após essa temporada iremos avaliar seu futuro”, concluiu.

A primeira passagem de Fernando Miguel pelo Vitória foi em 2013, contratado junto ao Juventude, mas ele sequer jogou. Ele retornou ao clube na temporada seguinte. A partir de 2015, começou a ganhar espaço na equipe e fez 37 partidas. A temporada em que mais jogou foi a de 2017, quando entrou em campo 54 vezes. Ao todo, disputou 151 partidas com a camisa do Vitória e deixou o clube após perder a titularidade para o goleiro Caíque por opção do técnico Vagner Mancini na época.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*