Atlético de Alagoinhas decide o seu futuro na Copa do Brasil nesta quarta

Atlético-BA enfrenta o Vila Nova no Estádio Antônio Carneiro

Foto: Atlético de Alagoinhas

As estreias dos clubes baianos na Copa do Brasil na edição 2021 será completada nesta quarta-feira com o pontapé inicial do Atlético de Alagoinhas encarando o Vila Nova de Goiás recém promovido para o Brasileiro da Série B no ano passado. Anteriormente, todos os clubes do estado obtiveram sucesso, superando a primeira fase com tranquilidade, exceto a Juazeirense que se classificou, porém, em um jogo conturbado pela falta de energia elétrica no Estádio Adauto Moraes e protesto do Sport-PE. O Cancão de Fogo venceu os pernambucanos pelo placar de 3 x 2 e confirmou o triunfo após o Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol negar pedido de impugnação da partida proposto pelo clube pernambucano. O Bahia simplesmente atropelou o Campinense na Paraíba, por 7 a 1, enquanto o Vitória despachou o Águia Negra na cidade de Rio Brilhante, no Mato Grosso do Sul, vencendo por 1 a 0.

 

O Atlético de Alagoinhas, que foi vice-campeão baiano em 2020, e no mesmo ano fez uma boa campanha no Campeonato Brasileiro da Série D sendo eliminado pelo Goiânia na segunda fase, segue fazendo grande campanha no estadual deste ano. Atualmente, o time baiano é o líder da competição com 9 pontos. São 5 jogos, 3 vitórias e duas derrotas. A equipe marcou 8 gols e sofreu 4. Os artilheiros do time são os meias Miller e Reinaldo, com dois gols cada.

No entanto, no ano passado, o Carcará em uma situação semelhante caiu ainda na primeira fase da Copa do Brasil. Na ocasião, o Carcará enfrentou o Botafogo-PB precisando vencer e não passou de um empate em 0 x 0, resultado que o eliminou na competição pelo melhor ranqueamento do Botafogo-PB que lhe permitia o avanço com o um simples empate. Na sequência, o Botafogo-PB viria a ser eliminado pelo Fluminense do Rio de Janeiro. Neste ano, a história se repete. Vencer é a única alternativa para o time baiano. Obtendo êxito, o Atlético embolsa uma premiação de R$ 675.000,00 e terá como adversário na sequência, o vencedor do encontro entre Murici e Juventude que também se enfrentam nesta quarta-feira.

Para o jogo, o Vila Nova terá uma ausência de peso na equipe. O meia Alan Mineiro, que havia sido suspenso no estadual, estaria liberado para jogar, porém, o atleta está com um desconforto muscular, até por isso, o jogador foi vetado pelo departamento médico do clube e não viajou com o grupo para a Bahia. Sem o meia, o técnico Wagner Lopes deve repetir o time titular que atuou pelo estadual na rodada passada: Georgemy; Pedro Bambu, Rafael Donato, Saimon e Willian Formiga; Dudu, Arthur Rezende e João Pedro; Maurinho, Thiaguinho e Pedro Júnior.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*