Sem milagre: Vasco está rebaixado pela quarta vez na sua história!

Vasco foi oficialmente rebaixado, se juntando a Goiás, Coritiba e Botafogo

Thiago Ribeiro/AGIF

O rigor da matemática, o vigor da formalidade e o tal respeito aos resultados apenas quando concretizados impediam que o óbvio, o claro e aquilo acima do previsível fosse anunciado como fato consumado. Foi o caso da situação do Vasco da Gama tradicional clube carioca que somente hoje à noite pode ter ser nome listado entre os clubes integrantes do Campeonato da Série B na temporada 2021 sendo essa a sua quarta participação na divisão intermediaria.

 

Para se salvar, o time carioca precisava executava uma tarefa quase impossível em duas etapas. Primeiro passo seria vencer o já oficialmente rebaixado Goiás no Estádio São Januário e no mesmo horário e também no Rio de Janeiro, porém, no Maracanã que o Fluminense aplicasse uma goleada histórica no Fortaleza capaz de remover uma diferença de 12 gols em relação ao Vasco da Gama. Em matemática simples e democrática seria necessário o que Vasco vencesse o Goiás por 6 x 0 e o Fortaleza fosse derrotado pelo mesmo placar, em caso de uma vitória do Vasco por 2 x 0, por exemplo, o Fortaleza teria de sofrer uma derrota de 10 x 0, desta forma, o Vasco escaparia e o Fortaleza seria o rebaixado e entraria na história do futebol mundial.

No entanto, como previsto nenhum milagre foi operado, ainda que o Vasco quebrando uma sequência de 5 jogos sem triunfos venceu o Goiás pelo placar de 3 x 2, placar insuficiente para evitar o rebaixamento e assim, vai fazer uma dupla de carioca na Série B na edição 2021. Botafogo ( 3 quedas) Vasco (4 quedas) Coritiba (6 queda) e Goiás ( 6 quedas) formam o quarteto dos rebaixados na atual temporada. O argentino Germán Cano e Ricardo Graça (2) marcaram os gols do Vasco, enquanto o atacante Fernandão anotou os dois gols do time esmeraldino.
O jogo também marcou a despedida do técnico Vanderlei Luxemburgo no comando técnico do time carioca. O técnico não seguirá à frente da equipe depois do rebaixamento para a Série B. Contratado para substituir Ricardo Sá Pinto e tentar evitar o rebaixamento, o treinador não conseguiu resultados somando duas vitórias, cinco empates e cinco derrotas em 12 partidas.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*