Sem acordo, Cajá deixa o Juventude e tem sondagens de clubes brasileiros

Renato Cajá acumula passagens pelo futebol baiano

Foto - Fernando Alves/ECJuventude

Um dos destaques na conquista do acesso do Juventude à Série A, o meia Renato Cajá se despediu do clube gaúcho nesta quinta-feira por meio das redes sociais. O jogador de 36 anos, que já passou por Vitória e Bahia, desembarcou em Caxias do Sul em julho de 2019 para iniciar a sua terceira passagem no Alviverde e foi o responsável pelo gol da vitória contra o Guarani, que confirmou o acesso do Juventude após 13 anos longe da elite. Havia o interesse das duas partes pela permanência do atleta, porém, a proposta não agradou Cajá que tem sondagens de clubes brasileiros, mas ainda não definiu o seu destino. Ele agradeceu o período vivido no Alfredo Jaconi na última temporada.

 

– Hoje se encerra um ciclo num clube muito especial para mim. Sou grato ao Juventude por me acolher em um momento muito difícil na minha carreira e poder dar a volta por cima e ajudar, junto com grandes jogadores do meu lado, a subir o clube da Série C para a A. Infelizmente não houve um acordo financeiro. Saio triste, mas ao mesmo tempo feliz por ter feitos grandes amigos. Meu desejo é que o clube continue crescendo, vencendo e buscando a cada ano títulos – escreveu.

O clube, através do Twitter, agradeceu a contribuição do jogador no clube. “Obrigado meu 10. Teve gol de Renato Cajá no jogo do acesso para a Série A. Teve três gols de Renato Cajá no acesso à Série B. Teu nome está gravado para sempre na história do clube e o eterno agradecimento da família Jaconera”

Além de Juventude e da dupla BA-VI, Cajá acumula passagens também por Mogi Mirim, Barretos, Ferroviária, Al Ittihad FC da Árabia Saudira, Grêmio, Botafogo, Guangzhou Evergrande da China, Kashima Antlers do Japão, Bursaspor da Turquia, Al Sharjah dos Emirados Árabes e Goiás.

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*