Palmeiras se despede do Mundial com derrota nos pênaltis para o Al Ahly

Palmeiras perdeu na semifinal para o Tigres, do México

Foto: Getty Images

O Palmeiras se despediu do Mundial de Clubes da FIFA de forma melancólica. Jogando um futebol muito abaixo do que vinha apresentando nos primeiros meses sob o comando do técnico Abel Ferreira, o Verdão foi eliminado pelo Tigres do México no último domingo, perdendo por 1 a 0, com gol do atacante francês Gignac cobrando pênalti. Nesta quinta-feira, o time paulista entrou em campo pela disputa do 3º lugar diante do Al Ahly, equipe da cidade do Cairo no Egito, e novamente não jogou bem, terminando os 90 minutos com um empate em 0 a 0. Nos pênaltis, o time egípcio venceu por 3 a 2. Rony, Luiz Adriano e Felipe Melo perderam as cobranças para o Palmeiras que termina o Mundial 2020 sem marcar um gol sequer. É a pior campanha de um time sul-americano na história do Mundial.

 

O campeão do torneio promovido pela FIFA na edição 2020 será conhecido logo mais, com o Bayern de Munique, que venceu por 2 a 0 o modesto, no Ahmed bin Ali Stadium, com gois gols do atacante Robert Lewandowski, enfrentando o Tigres, do México, que disputou a competição pela primeira vez e fez história colocando um time mexicano pela primeira vez na final. A decisão começa às 15h, no Estádio da Cidade da Educação.

O Palmeiras foi campeão da Copa Libertadores da América de 2020 após vencer o Santos por 1 a 0, no Estádio do Maracanã, com gol marcado aos 53 minutos do segundo tempo pelo atacante Breno Lopes, e conquistou o direito de disputar o Mundial de Clubes da FIFA no Catar. Essa foi a segunda vez que o Verdão disputou o Mundial. Em 1999, o Alviverde perdeu na final para o Manchester United por 1 a 0. O Verdão agora foca na decisão da Copa do Brasil, contra o Grêmio.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*