David se apega ao bom momento do Fortaleza em casa para vencer o Bahia

O Leão do Pici não perde atuando como mandante há cinco jogos

Foto: Aurelio Alves/ O POVO

Em duelo pela sobrevivência na Série A do Campeonato Brasileiro, Fortaleza e Bahia se enfrentam neste sábado, às 21h, na Arena Castelão, pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. O Leão do Pici é o 15º colocado com 41 pontos e vencendo, abre sete pontos do Vasco e eliminar qualquer possibilidade de queda, porém, se perder, poderá ficar em situação de risco caso Vasco e Goiás vençam, porém, se ambos tropeçarem, o time cearense mesmo não vencendo já se garante na elite. Atuando em casa, o Fortaleza tem apresentado bom desempenho desde a chegada de Enderson Moreira. Além de ter três vitórias consecutivas como mandante, o Leão não perde na praça esportiva há cinco jogos. O atacante David, um dos destaques da equipe, se apega nesse bom retrospecto.

 

“É dentro de casa, onde a gente vem atuando tão bem, principalmente contra Coritiba e Vasco; até contra o Santos; fizemos boas partidas. Então estamos focados para fazer um grande jogo amanhã para sair com permanência”, disse o camisa 17 do Fortaleza.

David pediu muita concentração e dedicação ao Fortaleza para sair de campo com os 3 pontos. “Um jogo que impõe muita concentração, dedicação, desgaste físico. Creio que vai ser muito grande (o desgaste) para as duas equipes. Foco total, estamos trabalhando para isso, o Enderson (Moreira) está deixando a gente muito tranquilo, a confiança é grande em todos e estamos preparados para buscar uma vitória”, garante.

O atacante, revelado no Vitória e com passagem pelo Cruzeiro, destacou a importância do jogo, principalmente pelo lado financeiro. “A gente sabe que é um jogo muito importante até para decidir o futuro de vários jogadores dentro do clube. Estamos muito focados para isso”, comentou David. O atacante sabe que a realidade financeira na elite é bem diferente das demais séries e que se não conseguir se manter na divisão principal, o Tricolor também não conseguirá manter a maior parte do elenco. Ou seja, é uma batalha coletiva, mas pessoal também. “Para nós é uma final, um jogo muito importante”, avisa o atleta.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*