Vitória vence o Guarani e praticamente garante permanência na Série B

Vitória deixou a zona de rebaixamento e deu um grande respiro na Série B

Foto: Thomaz Marostegan/Guarani FC

Vindo de um jejum de seis jogos – três derrotas e três empates – e ainda dentro da zona de rebaixamento, o Esporte Clube Vitória com 39 pontos, os mesmos já somados por Náutico, que enfrenta o Oeste hoje à noite, e o Figueirense que já atuou e perdeu por 5 x 1 para o CRB, encarou hoje à tarde no atípico horário das 16h o Guarani dentro do Estádio Brinco de Ouro, em Campinas, precisando de um triunfo simples, mas aceitando até um empate sem prejuízo nas suas pretensões de sair do Z4, justamente num momento crucial da competição já que só restam três rodadas para a conclusão com os 4 classificados eleitos e os 4 piores rebaixados.

 

No primeiro tempo, o Guarani que contou com alguns jogadores vindo de infecções do coronavírus deu o ritmo dos minutos inicias, no entanto, foi o Vitória que abriu o placar com Léo Ceará que em grande forma aproveitou passe de cabeça de Mateusinho e colocou o Vitória na frente logo aos 9 minutos de jogo trazendo mais maior tranquilidade e ampliando as esperanças do torcedor do Leão. Mas ficou nisso. Atrás do placar, o Guarani aumentou a intensidade e seis minutos depois, quando Lucas Crispim bateu escanteio e Marcelo livre empurrou para das redes do goleiro César, em num vacilo imperdoável da zaga rubro-negra. Depois do empate, o jogo ganhou ares de equilíbrio e desta forma foi encerrado o primeiro tempo com o Leão obtendo um resultado de interesse.

Na etapa complementar, o quadro foi completamente diferente de como acabou o primeiro tempo. O Vitória recomeçou o jogo com a firme determinação de voltar para Salvador com os três pontos muitos passos de distância do Z4. foi para cima, perdeu dois gols em sequência, ambos com Léo Ceará, mais fez o segundo gol com o próprio Léo Ceará que bateu e converteu penalidade cometido por Lucas Crispim em cima do zagueiro Wallace, que resultou com a expulsão do jogador paulista.

Na frente do placar e com um jogador a a mais, enfrentando um adversário visivelmente desgastado fisicamente, o Leão administrou o placar de 2 x 1 e conquistou a sua segunda vitória fora de casa, contabilizou 42 pontos, superou Náutico e Figueirense e assumiu a décima quinta colocação agora com três pontos acima do primeiro rebaixado, que é o Náutico. Porém, o time pernambucano enfrenta ainda nesta noite o Oeste e deve recuperar a posição, jogando o Leão para a décima sexta posição. Além disso, o Leão quebrou um tabu de 22 anos sem vencer o Guarani atuando no Brinco de Ouro.

Na próxima rodada, o Esporte Clube Vitória encara o Botafogo de Ribeirão Preto, dentro do Estádio Manoel Barradas Carneiro, em jogo agendado para a próxima terça-feira (26). Vale lembrar que o time paulista deve entrar em campo já rebaixado e para isto acontecer, basta um triunfo do Náutico hoje à noite em cima da Oeste. No jogo contra o Botafogo-SP, dependendo dos resultados dos concorrentes, o Vitória pode confirmar a sua participação na Série B de 2021 na hipótese de um triunfo simples. O Leão enfrenta na última rodada o Brasil de Pelotas. Já o Figueirense, concorrente direto, pega dois confrontos duros, contra Juventude e Ponte Preta.

FICHA TÉCNICA
GUARANI 1 X 2 VITÓRIA
Brasileiro da Série B – 36ª rodada
Local: Brinco de Ouro, em Campinas (SP)
Data e Hora: 20/01/2021 (quarta-feira), 16h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ-Fifa)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Diogo Carvalho Silva (RJ)

GOLS: Léo Ceará (2x) (Vitória) / Marcelo (Guarani)

GUARANI
Gabriel Mesquita, Pablo, Wálber, Didi (Romércio) e Erick Daltro; Marcelo (Vitor Ramon), Murilo Rangel (Rickson) e Lucas Crispim; Waguininho (Lucas Abreu), Eliel (Júnior Todinho) e Bruno Sávio. Técnico: Felipe Conceição.

VITÓRIA
César; Van, Wallace (Maurício Ramos), João Victor e Rafael Carioca; Matheus Frizzo (Guilherme Rend), Lucas Cândido e Fernando Neto (Dudu); Alisson Farias (Marcelinho), Mateusinho (Leocovick) e Léo Ceará. Técnico: Rodrigo Chagas.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*