Chagas projeta jogos difíceis fora de casa e espera mais atitude do Vitória

“A gente tem que ter mais atitude, um pouco mais de sorte", disse.

Foto - Pietro Carpi / ECVitória

A situação do Esporte Clube Vitória no Campeonato Brasileiro da Série B é delicada e preocupante, e diferente de 2019, quando garantiu a permanência de forma antecipada, na atual edição, da forma que vem jogando, a luta do Leão pode se arrastar até a última rodada. Após empatar com o Operário em pleno Estádio Manoel Barradas, o Leão agora terá dois jogos difíceis fora de casa, o primeiro deles no sábado, às 19h, contra o líder América-MG, no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O técnico Rodrigo Chagas frisou que as próximas partidas não serão fáceis, mas é preciso voltar a vencer para se afastar da zona de rebaixamento.

 

“A gente tem que ter mais atitude, um pouco mais de sorte, a gente tem que não deixar o adversário jogar. Tudo que a gente sempre vem conversando e tentando fazer com que os atletas entendam. Vamos fazer dois jogos fora e sabemos que vão ser dois jogos difíceis, mas para que a gente possa melhorar a nossa cara dentro da competição nós precisamos ganhar. Acho que a única solução que nos resta são os resultados positivos. Vamos nos preparar bastante para corrigir os erros que tivemos nesse jogo de hoje para no próximo, contra o América-MG, a gente possa ter uma sorte melhor e também que a gente possa ter um resultado positivo”, disse o treinador. 

Atualmente, o Rubro-negro ocupa a 15ª posição na tabela da Segunda Divisão com 37 pontos, apenas dois a mais que o primeiro ocupante da zona de rebaixamento, o Náutico, que ainda joga na rodada e se vencer, ultrapassa o Leão.

 

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*