Bahia é valente, luta, mas perde o título da Copa do Brasil Sub-20

Bahia perdia por 2 a 0, buscou a virada, mas levou o gol de empate no fim

No primeiro domingo de 2021, o Esporte Clube Bahia entrou em campo para um jogo importantíssimo, valendo um título inédito da Copa do Brasil Sub-20. Para chegar na decisão, o Esquadrãozinho eliminou Fluminense-PI (1ª fase), Ceará (oitavas de final), São Paulo (quartas de final) e Palmeiras (semifinal). Se o Tricolor bateu na trave em 2016, quando perdeu a taça para o São Paulo, sendo derrotado na ida (3×1) e empatando na volta (2×2), o Vasco da Gama chegou pela primeira vez numa final – já foram às semifinais em 2017 e 2019 – no último ano, foi eliminado pelo Palmeiras.

 

No primeiro jogo da final, o Bahia fez um bom jogo, abriu o placar cedo com Thiago, mas cometeu erros defensivos cruciais, e o Vasco se aproveitou para vencer de virada, com gols de Gabriel Pec e MT. Com isso, o Esquadrão precisava vencer por dois ou mais gols de diferença no Estádio de São Januário para ficar com o título no tempo normal, ou por um gol de diferença para decidir nos pênaltis. Após sair atrás no placar, com gols de Matias e Laranjeira, o Tricolor Baiano reagiu e com gols de Gabriel, Douglas Borel e Marcelo, e vencia por 3 a 2 até os 47 minutos do segundo tempo forçando uma disputa por pênaltis, porém, nos acréscimos Caio Eduardo marcou o gol de empate e garantiu o título do Vasco.

Desfalcado dos meio-campistas Patrick de Lucca e Luiz Felipe, suspensos, do lateral esquerdo Hélio Júnior, que ainda se recupera de lesão, e a principal ausência, o atacante Thiago, artilheiro da competição, que ficou de fora da grande decisão porque está treinando com o elenco principal, o Bahia perdeu poderio ofensivo, até tentou criar alguma coisa, mas sem levar grande perigo. Se o ataque não tinha inspiração, a defesa cometeu os mesmos erros do primeiro jogo. Aos 25, Gabriel Pec fez fila na defesa e de frente para o goleiro, rolou para Laranjeira abrir o placar. O segundo veio logo depois, aos 31, numa vacilada absurda do zagueiro Lucimário que protegeu a bola esperando o goleiro e deu um presentaço para o paraguaio Matias. A reação tricolor veio aos 46, com o zagueiro Gabriel, lance de bastante reclamação por parte dos vascaínos.

No segundo tempo, o Bahia voltou pressionando em busca da virada. Aos 21, o lateral-esquerdo Thales cruzou para o lateral-direito Douglas Borel empatar a partida. A virada veio três minutos depois, aos 24, com o centroavante Marcelo. Aos 27, Gabriel puxou o ataque vascaíno fora da área, mas o jogador caiu dentro. Após pressão vascaína, a árbitra que havia dado o cartão amarelo, voltou atrás e expulsou o defensor tricolor. Com 10, o Bahia tentou segurar o placar, mas aos 47 tomou o gol de empate com Caio Eduardo e não teve mais tempo para reagir.

Vasco 3 x 3 Bahia: Veja os gols da decisão da Copa do Brasil Sub-20 (futebolbahiano.org)

A Copa do Brasil Sub-20 iniciou com 32 clubes, sendo que 27 são os campeões estaduais da categoria no ano anterior e outros cinco são os vice-campeões estaduais das cinco federações mais bem colocadas no Ranking Nacional de Federações. Na 1ª Fase, os 32 clubes se enfrentaram em 16 jogos únicos e os vencedores avançaram para as oitavas de final. A partir das oitavas de final, os confrontos foram em jogos de ida e volta, passando por quartas de final, semifinal e chegando na final. A competição é disputada desde 2012 e o maior vencedor é o São Paulo, que possui três títulos conquistados em 2015, 2016 e 2018. Os demais campeões foram Vitória (2012), Internacional (2014), Atlético Mineiro (2017) e Palmeiras (2019).

Comentários:

2 Comentário

  1. Parabéns aos meninos do SUB-20, honraram a camisa do Bahia, lutaram até o fim, e mostraram que eram merecedor desse título, e que alguns ainda tem etapas para cumprir na base, para se desenvolverem e se aperfeiçoarem para chegarem nos profissionais. Vejo também que a diretoria do Bahia continua fazendo das suas – para não dizer outras palavras, justamente na decisão da competição tiraram o melhor jogador do Bahia, e o artilheiro da competição, o Thiago, será que ele vai ser titular contra o Grémio ?, será que ele vai resolver a partida contra o Grémio ?, ele teria mais serventia contra o Vasca, até mesmo para dar mais confiança e moral ao atleta. Quanto a escalação do time, pra mim o técnico errou e muito, tirou o lateral esquerdo titular, o Ryan, colocou o Cristian na frente, e no meio infelizmente esse Jeferson Douglas é um enganador como jogador, então o Bahia que já tinha, que já tinha dois desfalques certos, com as mudanças do treinador, aumentou para quatro desfalques, isso é uma mudança grande na equipe, e ainda mais que os substitutos provaram que não tem capacidade de substituí-los, acredito que isso foi um dos motivos para a perda do título, pois coletivamente vejo o Bahia melhor que o Vasco da Gama, sem falar nessa terrível dupla de zagueiros que o Bahia tem, que falharam ns dois jogos, e deram o título ao adversário.

  2. Os 2 gols q levou no primeiro jogo foi entregada da defesa, se n né engano Gabriel passe errado e jogador lento n deu conta de correr pra tentar desfazer a cagada, segundo jogo mais duas entregadas, se n tô enganado ao menos uma foi mais uma vez o zagueiro Gabriel,e o lucimario o outro, esse Gabriel é ruim de passe e lento, pode ser bom na bola aérea e de posicionamento mas se n mudar no futebol atual n da chance pra esse tipo de jogador. Time bom tiveram raça mas os erros individual tirou o título, o Bahia perdeu pra si mesmo, o Vasco n ganhou do Bahia, o Bahia q entregou, se n fosse esse time do Vasco é muito mais ruim q o Bahia e olha q só n desceu o cano pro sub 20 pq já é vovô se n até ele tava aí e assim mesmo n merecia ganhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*