Tentando esclarecer suposto caso de racismo, Bahia solicita imagens à TV Globo

O clube quer analisar as cenas para tentar confirmar se o caso de racismo de fato aconteceu

A suposta acusação de injúria racial feita pelo jogador Gerson, do Flamengo, ao meia Juan Ramírez, do Flamengo, vai render assunto ainda por muito tempo, além de que o jogador do Bahia já foi condenado pela imprensa do Sul sem ser ouvido, e até mesmo pelo próprio Bahia, que o afastou com a alegação extremamente discutível de que “é indispensável, imprescindível e fundamental que a voz da vítima seja preponderante em casos desta natureza”, aliás, uma posição política para jogar para a plateia grande aquela que de fato alavanca nomes especialmente para quem tem projetos políticos, enquanto isto, o jogador do clube segue sendo espancado, lixado sem ter se pronunciado sobre as acusações.

 

A última informação acerca do assunto é que o Esporte Clube Bahia, talvez já buscando defender o jogador, creio, solicitou à TV Globo e à CBF as imagens do jogo contra o Flamengo. O clube quer analisar as cenas para tentar confirmar se o caso de racismo de fato aconteceu e só depois disso tomar uma decisão definitiva.

Segundo o site Globo Esporte, os ofícios para Globo e CBF foram enviados pela direção do Bahia nesta segunda-feira (21). Em nota, o Bahia explicou que Ramírez negou a acusação de forma veemente, enquanto, o árbitro do jogo relatou que não presenciou ou ouviu as supostas ofensas

Comentários:

1 Comentário

  1. Sempre fui, sou e sempre serei, radicalmente, contra o crime de preconceito ou injúria racial, uma aberração que jamais deveria existir.
    Não estou aqui para acusar ou defender o jogador do Bahia, tampouco, acreditar ou desacreditar da denúncia da suposta vítima, o Sr. Gerson, atleta do Flamengo.
    O que percebi da discussão até o momento, é que só está em jogo a palavra do suposto agredido contra a palavra do suposto agressor, haja vista que, pelas imagens mostradas até o momento, não se percebe nem uma leitura labial. Acho que a diretoria do Bahia se precipitou em afastar o jogador, sem ainda apurar o caso, dando a entender que acredita mais na acusação do jogador do Flamengo do que nos argumentos do seu próprio jogador.
    Ademais, claro que esse tipo de crime tem ocorrido com muita frequencia, mas, deve se levar em consideração que, aliada as denúncias da suposta vítima, podem existir ou não, à faceta, a hipocrisia e a autopromoção, principalmente, durante uma importante partida de futebol que, se os deus do futebol estão presentes, o Satanás, se aproveita da ocasião para abrir as portas do inferno e colocar em campo, todos os seus diabos de plantão. O Flamengo, mesmo vencendo o jogo desde do início, teve expulso, um dos seus principais jogadores com poucos minutos de jogo e, a partir daí, é lógico e faz parte da catimba do futebol, que seus jogadores quisessem ver, também, seu adversário com um jogador a menos.
    Vamos esperar, o julgamento e ver quais provas serão apresentadas pela suposta vítima e quais as provas que serão apresentadas pelo suposto agressor. Acho que no final, vai ficar a acusação de um contra a defesa do outro.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*