Após eliminação do Corinthians, Mancini critica arbitragem e evita falar sobre salários atrasados

"infelizmente, estamos fora da Copa do Brasil, por um erro de arbitragem"

Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians

Na noite da última quarta-feira, o Corinthians empatou com o América-MG em 1 a 1 no Independência, e como havia perdido o jogo de ida por 1 a 0 na Arena Neo Química, acabou sendo eliminado nas oitavas de final da Copa do Brasil. Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Vagner Mancini criticou a arbitragem e reclamou do pênalti marcado para o time mineiro pelo árbitro Wagner do Nascimento Magalhães.

 

“Infelizmente, estamos fora da Copa do Brasil, por um erro de arbitragem. Foi um lance interpretativo, mas o atleta do América-MG estava entre a bola e nosso jogador. Essa disputa é de muita interpretação. O árbitro errou em dar o pênalti. Mas isso não justifica. Temos que melhorar, sim, na temporada. Já que nos resta apenas o Brasileiro, temos que focar em recuperar os pontos, subir na tabela, mostrar um jogo diferente, de um time que pensa de uma forma diferente, tem que haver uma imposição dentro de campo diante de todas as equipes, como houve contra o Inter, um adversário poderoso. Embora tenha tido alguma evolução, a evolução maior tem que acontecer agora.”

Questionado se tem respaldo da diretoria, Mancini afirmou que sim. “Eu me sinto respaldado, sim. Temos um dia a dia muito leal no Corinthians, é importante dizer isso. Em época de pandemia, muita gente não tem acesso ao que está acontecendo, e o nosso dia a dia é maravilhoso em todos os sentidos. É feito em cima de cobranças e elogios, cobranças que o futebol oferece, pressão que todos nós temos. E a pressão não é só externa, é interna em cada um de nós que vivemos o futebol e sabemos que tem de ser dessa forma. A parte administrativa cuida de tudo que é dela e eu cuido da parte técnica.”

Sobre os salários atrasados no clube, Mancini se esquivou. “Não posso entrar aqui em questões salariais ou em qualquer tipo de coisa. Estou aqui para realmente tentar responder com a maior leveza possível aquilo que estou vendo da equipe. Vejo algum tipo de evolução em algumas coisas e vejo involução em outras. Tem muita coisa ainda a ser feita, talvez com a eliminação da Copa do Brasil a gente tenha mais tempo para preparar a equipe em termos táticos, técnicos e físicos para que a equipe possa corresponder de uma forma significativa nos jogos.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*