Paulo Carneiro avalia trabalho de Barroca e não descarta reforços

"Temos sido extremamente incompetentes na administração dos jogos", disse

Contratado após a demissão de Bruno Pivetti, o técnico Eduardo Barroca ainda não conseguiu fazer o time do Vitória jogar o futebol que o torcedor espera e retomar o caminho dos triunfos. São 4 jogos, com 2 derrotas (Avaí e Botafogo-SP) e dois empates (Chapecoense e Guarani), amargando a 14ª colocação com 20 pontos, oito pontos abaixo do G-4 e um ponto acima do Z4. Em entrevista ontem ao site Bahia Notícias, o presidente Paulo Carneiro avaliou o início do trabalho do treinador.

 

“Muito bom. Já conhecia ele há muito tempo, éramos muito amigos. O que ele tem mostrado no comando do grupo é o que eu esperava. Só que no futebol tem que esperar os resultados. Administrar clube de futebol, se você não ganhar, tudo o que fizer fora de campo ninguém valoriza. Se eu fosse enumerar o que já fizemos nesse um ano e meio em prol desse clube de todos os tipos de área, administrativa, médica, dá para encher uma página inteira de ações, mas se não ganhar, ninguém reconhece esse trabalho.”

Segundo PC, o Vitória não está tendo competência nos jogos. “Temos sido extremamente incompetentes na administração dos jogos, a gente joga e cria. Isso tudo são justificativas, como aprendi no quartel, que explicam, mas não justificam. Nós estamos com muita gana de mudar isso, administrando toda essa dificuldade conjuntural que vivemos. Estamos todos unidos e imbuídos no Vitória para reagir imediatamente no campeonato”, indicou.

Paulo Carneiro também falou sobre reforços e não descarta contratar novos jogadores para a sequência da Série B. “Eu sempre digo que enquanto as inscrições estiverem abertas tudo pode acontecer. Nós temos uma base, até fizemos uma reformulação no elenco, saíram jogadores, entregamos outros, reequilibramos o orçamento do plantel para poder continuar sobrevivendo e buscando os resultados.”

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*