Melgar será o 2º time peruano que o Bahia enfrenta na Sul-Americana

Bahia enfrentará o sétimo adversário internacional na Sul-Americana

Adversário do Esporte Clube Bahia na segunda fase da Copa Sul-Americana, o Melgar não é um clube da primeira linha do futebol peruano, já que a predominância vem da grande maioria de clubes sediados em Lima, a capital peruana. Apenas dois clubes quebraram a hegemonia da região central do Peru. O Melgar rompeu essa quase tradição conquistando três títulos para o interior sendo o último quebrando um tabu de 34 anos. Fundado em 1915, o clube se estabeleceu como um dos clubes mais frequentes na primeira divisão desde a descentralização. São 49 temporadas na elite, sem ser rebaixado desde 1971.

 

Os anos de ouro do Melgar vieram na década de 1980. Em 1981, o clube conquistou o seu primeiro título nacional, inédito para um representante do interior. E, dois anos depois, ainda conseguiu um honroso vice-campeonato, participando da Libertadores também em 1984. Contudo logo após, voltaram a ser coadjuvantes, caindo um pouco mais na virada dos anos 2000. As dificuldades financeiras atrapalhavam campanhas melhores da equipe de Arequipa.

Atualmente o Melgar disputa a 1ª divisão da Liga Peruana. Em 19 jogos, são sete triunfos, sete empates e cinco derrotas, ocupando o oitavo lugar no torneio. O time está invicto há seis rodadas e venceu seus últimos dois jogos, contra Atlético Grau e Deportivo Municipal. Na primeira fase da Copa Sul-americana, os peruanos venceram o Nacional de Potosí da Bolívia, após vitória nos pênaltis, sendo que ambas as partidas terminaram em 2 a 0, um para cada lado.

Dos 12 adversários que o Bahia já enfrentou na Copa Sul-Americana, o Melgar será apenas o sétimo adversário internacional. No entanto, será o segundo rival peruano. No ano de 2014, o Tricolor Baiano foi eliminado fora de casa na segunda fase pelo César Vallejo, de Trujillo. Em caso de classificação, o Bahia mede forças com quem passar entre Emelec, do Equador, e Unión Santa Fé, da Argentina.

O grande destaque da equipe peruana é o mexicano Othoniel Arce, que marcou 9 gols no torneio apertura, 39% dos gols do Melgar. Ele também marcou um dos gols da vitória sobre o Nacional Potosí na Copa Sul-Americana. Outro destaque é o Peruano de 31 anos Joel Sanchez, que também marcou gols contra o Nacional, e marcou 5 gols no torneio apertura. Mais da metade dos gols da equipe sai dos pés dos jogadores. A equipe costuma jogar no esquema de 4-2-3-1, com o Joel sendo principal armador do time.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*