Barroca vai se reunir com elenco para traçar meta de pontos para o 2º turno

"De qualquer forma a gente vai precisar fazer um campeonato de recuperação"

Foto: Letícia Martins / ECVitória

O Esporte Clube Vitória entrou em campo pela última rodada do primeiro turno da Série B nesta sexta-feira e apenas empatou com o Brasil de Pelotas, em 0 a 0, no Estádio Manoel Barradas, completando OITO jogos seguidos sem vencer, cinco deles sob o comando do técnico Eduardo Barroca, que ainda tenta achar a fórmula mágica para fazer o time rubro-negro decolar na tabela de classificação da Segundona e se afastar da zona de risco. Hoje, o Leão é o 14º colocado com 21 pontos, mas pode ser ultrapassado por Náutico e Figueirense, caso ambos vençam seus jogos. Caso isso aconteça, o Rubro-Negro fechará o primeiro turno na porta do Z-4. Neste sábado, o elenco se reapresenta no CT Manoel Pontes Tanajura e Barroca afirmou que vai se reunir com o elenco para traça um plano de pontos para o segundo turno.

 

“Tinha falado para os jogadores e torcedores que a ideia era fechar o turno da melhor forma possível para que a gente tivesse uma noção exata de que tipo de campeonato de recuperação a gente precisaria fazer no segundo turno. Eu vou sentar com toda equipe de trabalho e a gente vai traçar todos os planos quantitativos para o segundo turno. Evidente que o campeonato te oferece algumas coisas e nesse momento a gente precisa fazer a pontuação mínima para fazer uma parte final de campeonato mais segura. Sem sombras de dúvidas é o nosso objetivo primário. De qualquer forma a gente vai precisar fazer um campeonato de recuperação, mas é muito importante, acabei de falar no vestiário aos jogadores, como treinador da equipe tenho muita confiança no clube, tenho muita confiança no Vitória, acredito muito na instituição e acredito muito que esse grupo de jogadores pode reverter essa situação. Vamos precisar trabalhar no nosso limite, vamos precisar entregar um padrão de excelência muito alto para que a gente faça esse campeonato de recuperação que a gente tanto precisa e que a gente recupere o mais rápido possível”, afirmou na entrevista coletiva.

Apesar da sequência negativa, Barroca acredita que com muito trabalho, o Vitória conseguirá sair da situação incômoda.

“Como a gente não está conseguindo nos últimos jogos o resultado, é um momento de falar pouco, trabalhar muito, se entregar muito pela instituição, cobrar muito os jogadores, o grupo de trabalho, comissão técnica e trabalhar em conjunto fechado. Não existe uma outra forma, a gente vai precisar trabalhar muito junto, vamos precisar ter uma resiliência alta, sair dessa adversidade. Só a gente trabalhando forte, tendo confiança e acreditando no clube. É muito importante que a gente acredite no clube. Acabei de passar essa mensagem aos jogadores e é isso que o apreciador do meu trabalho precisa enxergar em mim e na minha equipe nesse momento, que tem um treinador que acredita no Vitória”, disse.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*