Liminar impede o Flamengo de treinar, viajar e jogar por 15 dias

Sindicato dos Atletas do RJ conseguiu uma liminar neste domingo

Ainda que os casos de coronavírus fossem frequentes em vários clubes, o Campeonato Brasileiro da Série A seguiu acontecendo naturalmente e sem problemas. No entanto, a situação mudou esta semana com os casos de Covid-19 no elenco do Flamengo. O clube carioca inicialmente tentou adiar o jogo contra o Palmeiras junto ao STJD e também à CBF, sem sucesso. Porém, o Sindiclubes conseguiu na Justiça o adiamento e neste domingo o STJ negou o pedido da CBF para que a partida fosse realizada, algo que irritou a entidade e também o Palmeiras que até se dirigiu ao Allianz Parque, fez o aquecimento e até divulgou a escalação.

 

A “novela” ainda tem muitos capítulos pela frente. Segundo o repórter André Hernan, o Sindicato dos Atletas do RJ conseguiu uma liminar impedindo que jogadores do Flamengo treinar, viajar e jogar durante os próximos 15 dias. A medida se baseia no próprio pedido de suspensão da partida deste domingo e obriga o clube a proteger os atletas. Vale lembrar que na quarta-feira, o time carioca tem jogo contra o Independiente del Valle, pela Libertadores.

O presidente do Atlético-MG, Sergio Sette Camara criticou através das redes sociais o uso da “Justiça Comum” em decisões dos campeonatos. “Os regulamentos são claros, com previsão de penas gravíssimas: os clubes não podem pleitear nem se beneficiar de decisões da “Justiça Comum” que digam respeito à organização das competições.”

No último sábado, o presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, mais uma vez criticou o Flamengo e defendeu a paralisação total do campeonato em caso de adiamento da partida. “Se o protocolo atual não for respeitado, o campeonato (brasileiro) tem de ser paralisado”, afirmou o palmeirense. Uma reunião estaria agendada para esta segunda-feira entre CBF e clubes para discutir a situação.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*