De volta ao Avaí, Geninho revela arrependimento por saída em 2019

Geninho chega para sua terceira passagem pelo Avaí

Foto: André Palma Ribeiro/Avaí F. C.

O técnico Geninho está de volta ao Avaí. Nesta terça-feira, o treinador foi apresentado oficialmente e participou de uma entrevista coletiva onde admitiu certo arrependimento de ter deixado a equipe catarinense em 2019, antes de acertar com o Esporte Clube Vitória. Geninho chegou ao Leão em setembro de 2019 e ficou até junho de 2020, apesar do bom trabalho que vinha realizando, foi demitido por conta da crise financeira que atravessa o Leão, sendo substituído por Bruno Pivetti. Chegando para sua terceira passagem, Geninho já comandou o Avaí em 111 partidas, com acessos para a Série A nos anos de 2014 e 2018, além do título de campeão estadual no início de 2019.

 

“Eu tomei a atitude no meio daquele ano num momento que eu achava que poderia ser tomada. O clube não vinha bem, o time tinha feito o estadual bem, desempenho bem, começou o Brasileiro, apesar de boas partidas, tivemos derrotas de maneira injusta. Achei que a minha saída e a vinda de um profissional com mentalidade diferente poderia ajudar”, completou o treinador sobre o pedido de demissão do Avaí em 2019.

Geninho mostrou motivação com essa nova passagem e afirmou que o Avaí tem condições de conquistar o acesso à Série A. “Acho que temos condições disso [voltar à Série A]. O grupo é bom, acho que o Avaí é até bem mais estruturado daquele Avaí que passei nas outras vezes. Acho que temos totais condições de conseguir atingir os objetivos que todos nós queremos e o torcedor também quer. É uma responsabilidade muito grande em cima dessa expectativa que foi criada em relação àquilo que eu posso fazer. Fico satisfeito em voltar e espero corresponder a fazer a torcida do Avaí ter aquela alegria que merece ter”, admitiu o treinador.

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*