Bahia derruba tabu de três décadas ao vencer os dois primeiros jogos da Série A

Bahia inicia a Série A vencendo Coritiba (1x0) e Red Bull Bragantino (2x1)

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Foi finalizada no último domingo a terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, porém, nem todos os clubes completaram três jogos devido adiamentos para as finais dos estaduais e problemas relacionados com contaminação por conta do coronavírus. O Campeonato neste início mostra um Atlético-MG arrasador. Três jogos, três triunfos e a liderança da rodada. Oito clubes ainda não venceram, entrem eles, os afamados Palmeiras e Corinthians sendo que o Coritiba recém-promovido é o pior clube até então com três derrotas, caprichosamente todas pelo placar de 1 x 0.

 

O Futebol do Nordeste em termos de desempenho limita-se até a última rodada ao Esporte Clube Bahia que com um jogo a menos é o quarto colocado com duas vitórias em sequência. Já no ano passado, o tricolor de aço nos dois jogos iniciais venceu e perdeu para Corinthians e Botafogo, respectivamente, em jogos que somaram 10 gols. Os triunfos nos dois primeiros jogos, contra Coritiba (1×0) e Red Bull Bragantino (2×1), também derrubou um TABU de 34 anos. A última vez que o Esquadrão havia iniciado uma edição de Campeonato Brasileiro com dois triunfos seguidos foi em 1986, ano que em emplacou sete triunfos nas sete primeiras partidas do campeonato.

O Sport-PE é o segundo nordestino de melhor desempenho somando 4 pontos, porém, os pernambucanos realizam as três partidas transitando em todas possibilidades possíveis, vencendo, perdendo e empatando. Quem vai mal das pernas é o futebol do Ceará. Passadas as primeiras três rodadas do Brasileirão, Ceará e Fortaleza ainda não conseguiram vencer no campeonato. Com apenas um ponto conquistado, os rivais têm campanhas praticamente idênticas na tabela, separados apenas pelo número de gols marcados e por isto figuram irmanados na zona de rebaixamento.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*