Jacobina volta a se posicionar contra a volta do Campeonato Baiano

Por meio de publicação no twitter, clube protestou

Após reunião entre FBF e clubes, ficou definido o retorno do Campeonato Baiano para a próxima semana, mais precisamente no dia 22 de julho. No entanto, a forma e a data para retomada não agradou o Jacobina que ameaça ir à Justiça para adiar o reinício do Baianão. O clube do extremo norte da Chapada Diamantina é o último colocado com apenas um ponto, e junto com o Doce Mel, são os únicos que não venceram na competição. Recentemente, o vice-presidente do clube, Rafael Damasceno, em entrevista ao Jornal Correio, afirmou que o clube foi contra o retorno do Estadual por entender que ainda não é o momento de retomar o futebol e que não tem condições de remontar o elenco e iniciar os treinos para jogar em um intervalo de duas semanas.

 

“A federação consultou a prefeitura se permitiria o retorno dos treinos do Jacobina, mas não foi liberado. Como vamos contratar? Como vamos treinar? Onde vamos ficar? Nem o recurso da televisão recebemos ainda. É uma coisa complicada, difícil de retornar […] A única coisa que vamos fazer é ir para a Justiça e tentar parar isso. Se não tiver jeito, o Jacobina não entra em campo e aceita o rebaixamento em troca das vidas”, disse Rafael Damasceno.

Nesta segunda-feira, através de sua página no Instagram, o Jacobina voltou a se posicionar contra o retorno do futebol baiano neste momento. “O Brasil está no Epicentro da Pandemia e ainda tem gente (inclusive a Bahia) priorizando futebol. Não é hora disso. Temos que trabalhar mais e mais. É uma guerra. Vamos lutar para salvar vidas. Todos contra o Coronavírus”, publicou.

 

Ver essa foto no Instagram

 

A prioridade é salvar vidas! 💙💛

Uma publicação compartilhada por Jacobina Esporte Clube (de 🏡) (@jacobinaesporteclube) em

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*